Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

inverdade

inverdadeinverdade | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·ver·da·de in·ver·da·de


(in- + verdade)
nome feminino

Qualidade do que não é verdadeiro; falta de verdade. = MENTIRA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "inverdade" para: Espanhol | Francês | Inglês

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

se de uma INVERDADE !!

Em www.rafaelnemitz.com

Soluções, Era primeiro uma inverdade , Mascarada de destino inevitável, Depois a memória a que me agarrava de uma...

Em Inatingivel

PUCRS (negaram atendimento dizendo que não havia cirurgião de plantão, uma inverdade , eu sabia, mas não quis criar caso, mesmo tendo me identificado como médico...

Em A Sopa no Exílio

...e é lamentável, que o PS baseie a política do seu novo governo nesta inverdade ..

Em classepolitica

prática corrente para, assim, poder avaliar melhor da verdade ou inverdade de uma ideia, uma proposição ou uma teoria;;

Em APC GORJEIOS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se existe alguma regra de fonética para o plural de palavras tais como: fogo, poço, jogo... É que eu fui ensinado a pronunciar: fógos, póços, jógos... ao invés de fôgos, pôços, jôgos... (os acentos estão só como indicadores de fonética). É que recentemente tenho ouvido alguns jornalistas pronunciar estas palavras com entoação "ô"...? Agradecia que me esclarecessem esta dúvida.
Não existe oficialmente nenhuma regra fonética em português que dê conta da alternância vocálica entre o singular e o plural de palavras como fogo, poço, jogo, contorno, despojo, esforço, imposto, ovo, tijolo, troço.

As gramáticas e os prontuários incluem estas palavras em listas de vocábulos cuja vogal tónica, no singular, é o o fechado /ô/ mas que no plural se transforma em o aberto /ó/. Há, no entanto, muitos casos em que o singular e o plural mantêm o mesmo o fechado, como por exemplo acordo(s) /ô/, gosto(s) /ô/ ou sopro(s) /ô/ (pode encontrar mais exemplos na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, p. 184). Essas listas são relativamente extensas e difíceis de memorizar, o que pode estar na origem de dúvidas relativas à pronúncia desses termos.

Na sua Moderna Gramática Portuguesa (p. 124), Evanildo Bechara afirma que se tem recorrido à etimologia latina desses termos e ao paralelismo com a língua espanhola para desfazer hesitações de pronúncia, mas que tal não esclarece todas as dúvidas.

No artigo "Histórias de O", Ernesto d'Andrade faz a revisão de vários estudos desta alternância em português e fornece uma análise mais técnica, com base fonológica, deste fenómeno.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa contém indicações de pronúncia, tanto no singular, quanto no plural dessas palavras.




Encontramos por vezes escrito portofólio ou portofolio e portefólio ou portefolio. Confuso? Bastante. Mas, na verdade a professora de português da minha filha (no 5.ºano) sugere portofolio. Ora acontece que a mim não me soa nada bem... Podiam-me dar uma ajuda?
A questão colocada diz respeito a uma adaptação ao português de uma palavra estrangeira, portfolio, importada do inglês. Esta palavra pode ser usada na sua forma original (portfolio, sem acento), mas já há algumas propostas de aportuguesamento da sua ortografia.

Tanto o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências, como o Dicionário Houaiss, do Círculo de Leitores, propõem o aportuguesamento com a forma portefólio. O Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora, regista também a forma portefólio, remetendo-a para portfólio, num aportuguesamento menos consensual (com um grupo consonântico -rtf- inexistente noutras palavras portuguesas).

Há ainda uma outra forma, porta-fólio, registada há mais tempo (por exemplo, no Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Cândido de Figueiredo, de 1913, ou no Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves, de 1966), mas porventura muito menos frequente para os sentidos mais usuais na actualidade, ligados a um conjunto de imagens ou ao suporte que reúne essas imagens. Dos dicionários referidos, o Houaiss regista esta forma, mas não com os sentidos mencionados e o da Porto Editora remete simplesmente para a forma portfólio, que considera preferencial.

Não surgem registadas em nenhuma obra de referência as formas portofolio ou portofólio, nem a sua formação faz qualquer sentido do ponto de vista etimológico.

Qualquer destas variantes é usada com os sentidos de "carteira para guardar documentos"; "dossiê com informação para apresentar um produto ou uma pessoa profissionalmente"; "carteira de títulos de um investidor".

pub

Palavra do dia

lo·ri·ga lo·ri·ga


(latim lorica, -ae, cota de malha, couraça, parapeito, barreira, trincheira)
nome feminino

1. [Armamento]   [Armamento]  Saio de malha com lâminas de metal, na armadura.

2. [Armamento]   [Armamento]  Couraça.

3. Acto de ajudar. = AMPARO, AUXÍLIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/inverdade [consultado em 01-08-2021]