Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

intervirdes

2ª pess. pl. infinitivo flexionado de intervirintervir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·ter·vir in·ter·vir

- ConjugarConjugar

(latim intervenio, -ire, colocar-se entre, vir entre, interromper, sobrevir, intervir)
verbo transitivo e intransitivo

1. Tomar parte em. = PARTICIPAR

2. Meter-se de permeio.

3. Ingerir-se, interferir, interceder.

verbo intransitivo

4. Sobrevir, suceder.

verbo transitivo

6. [Direito]   [Direito]  Entrar como parte (em um processo).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "intervirdes" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Dúvidas linguísticas


Se se pode dizer que o verbo ser indica uma qualidade ou um estado permanente (ex. Ele é muito doente, O mar é salgado), enquanto o verbo estar indica uma qualidade ou um estado temporário ou pontual (ex. Ele está muito doente, O mar está calmo); qual é o uso de ser e estar em situações geográficas? Devo usar o verbo ser para dizer A escola é atrás da farmácia ou A escola está atrás da farmácia?
Na expressão de localizações geográficas deverão ser usados os verbos ser (ex.: a escola é atrás da farmácia) ou ficar (ex.: a escola fica atrás da farmácia), atendendo à estabilidade ou imobilidade dessa localização. Quando se trata de seres ou coisas móveis, a localização poderá ser feita com o verbo estar (ex.: a carrinha está em frente à porta).

Assim, reiterando o que foi dito nas respostas ser e estar e ser ou estar, o verbo ser implica qualidade ou situação que não depende de determinada(s) circunstância(s), ao contrário de estar, que implica uma eventualidade conhecida do falante.




Na frase: chegou o Inverno qual o sujeito da frase?
Na frase Chegou o Inverno, o sujeito da frase é o Inverno; este sujeito está posposto ao verbo pois há uma inversão da ordem mais usual no português (ordem Sujeito-Verbo-Objecto), que seria O Inverno chegou.

Para identificar qual o sujeito de uma frase, é possível utilizar a substituição desse constituinte por um pronome pessoal sujeito (ex.: eu, tu, ele) e observar também que o sujeito pode desencadear a flexão do verbo (ex.: eu cheguei, ele chegou). Do mesmo modo, é possível delimitar o sujeito, construindo estruturas que permitem identificá-lo: uma estrutura clivada que coloca o sujeito em contraste com o resto da frase (ex.: Foi o Inverno que chegou.); uma estrutura pseudoclivada (ex.: Quem/O que chegou foi o Inverno.) ou uma interrogativa sobre o grupo verbal (ex.: Pergunta: Quem/O que chegou? Resposta: O Inverno.).

pub

Palavra do dia

clo·ro·se |ró|clo·ro·se |ró|


(francês chlorose)
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]  Amarelecimento ou branqueamento patológico das folhas ou de outros tecidos normalmente verdes de uma planta, geralmente por deficiência de nutrição (ex.: clorose matizada).

2. [Medicina]   [Medicina]  Anemia que atinge geralmente mulheres jovens, caracterizada por uma palidez amarelada ou esverdeada e excessiva fraqueza, associada a perturbações menstruais. = CLOREMIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/intervirdes [consultado em 29-11-2022]