Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

inimigo

inimigoinimigo | adj. n. m. | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

i·ni·mi·go i·ni·mi·go


adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

1. Hostil, contrário a.

2. Que aborrece ou quer mal.

3. Que milita em facção oposta.

4. Com quem se anda em guerra.

nome masculino

5. [Popular]   [Popular]  Diabo.

Superlativo: inimicíssimo.Superlativo: inimicíssimo.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "inimigo" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...O fato de deixar um grande afastamento entre os dois F-14 Tomcat, impediu o inimigo de avistar ambos ao mesmo tempo, contrastando bastante com a formação fechada e taticamente...

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

inimigo nº 1, com a ajuda do velho T-800..

Em Gotika

para se atormentar um inimigo que estava a recuar, fazer incursões de longo alcance e transportar equipamentos..

Em HELDER BARROS

...Imediatamente, o piloto enquadrou seu alvo e se preparou para disparar contra o suposto inimigo ..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

Pedro inimigo do reino, derrotando-o na batalha de Alfarrobeira ..

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual o feminino de luarento?
O adjectivo luarento é regular, pelo que o feminino se forma retirando o morfema -o do masculino e acrescentando o morfema -a do feminino (ex.: noite luarenta).



É correcto dizer Explicações do 5º ao 12º anos?
A expressão a usar deverá ser preferencialmente explicações do 5.º ao 12.º ano.

Trata-se de uma expressão para indicar um intervalo que tem como limites o 5.º ano e o 12.º ano, em dois sintagmas nominais diferentes, com utilização da preposição de em correlação com a preposição a. A expressão será equivalente a explicações do 5.º ano ao 12.º ano, sem a elisão (usual para evitar repetição) da primeira referência a ano, pelo que, do ponto de vista lógico, não há motivo para colocar ano no plural, pois serão sempre dois sintagmas diferentes, um indicando o limite inicial e outro o limite final.

Esta dúvida surge provavelmente por analogia com outras construções em que há dois ou mais sintagmas nominais que desempenham exactamente a mesma função gramatical, nomeadamente estruturas de coordenação, copulativas (ex.: o 5.º e 6.º anos não tiveram aulas) ou disjuntivas (ex.: a ficha destina-se ao 5.º ou 6.º anos), em que os sintagmas nominais podem inclusivamente ser substituídos por um único grupo nominal ou pronome (ex.: esses anos não tiveram aulas; a ficha destina-se a ambos os anos). O mesmo tipo de substituição não pode ser feito no exemplo referido na questão colocada, pois perder-se-ia a indicação dos limites.

pub

Palavra do dia

ge·lo·to·lo·gi·a ge·lo·to·lo·gi·a


(grego gélôs, -ôtos, riso + -logia)
nome feminino

Estudo fisiológico do riso.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/inimigo [consultado em 18-01-2022]