PT
BR
Pesquisar
Definições



idiolectalmente

A forma idiolectalmentepode ser [derivação de idiolectalidioletalidioletal] ou [advérbio].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
idiolectalmenteidioletalmenteidioletalmente
( i·di·o·lec·tal·men·te i·di·o·le·tal·men·te

i·di·o·le·tal·men·te

)


advérbio

De modo idiolectal.

etimologiaOrigem etimológica:idiolectal + -mente.
sinonimo ou antonimo Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: idioletalmente.
sinonimo ou antonimo Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: idiolectalmente.
grafiaGrafia no Brasil:idioletalmente.
grafiaGrafia em Portugal:idiolectalmente.
idiolectalidioletalidioletal
|èt| |èt| |èt|
( i·di·o·lec·tal i·di·o·le·tal

i·di·o·le·tal

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

[Linguística] [Lingüística] [Linguística] Relativo a idiolecto (ex.: variante idiolectal).

etimologiaOrigem etimológica:idiolecto + -al.
sinonimo ou antonimo Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: idioletal.
sinonimo ou antonimo Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: idiolectal.
grafiaGrafia no Brasil:idioletal.
grafiaGrafia em Portugal:idiolectal.


Dúvidas linguísticas



Como se classifica gramaticalmente a forma levemo-lo?
Gramaticalmente, levemo-lo corresponde a uma forma do verbo levar na primeira pessoa do plural do imperativo (ex.: amigos, levemos isto daqui já), seguido do pronome átono o, que assume a forma -lo por estar a seguir a uma forma verbal terminada num -s (que desaparece: levemos + o = levemo-lo).

A forma levemos, isoladamente, poderá corresponder também ao presente do conjuntivo (ex.: é preciso que levemos isto daqui), mas, como tem o pronome átono em posição enclítica (depois do verbo), não corresponde a esse tempo, pois o presente do conjuntivo é normalmente antecedido da conjunção que, com propriedades de atracção do pronome átono (ex.: é preciso que o levemos daqui), não sendo considerada gramatical uma construção proclítica nesse caso (ex.: *é preciso que levemo-lo daqui).




Deve-se dizer biopsar ou biopsiar?
Nenhuma das formas (biopsiar ou biopsar) se encontra registada nesta data em dicionários ou vocabulários. No entanto, a julgar pelas ocorrências na Internet, a mais frequente é biopsiar, que é também a que se encontra correctamente formada (da junção da raiz de biopsia com o sufixo -ar), seguindo o paradigma de outros verbos como acariciar (a- + carícia + -ar), amaciar (a- + macio + -ar), auxiliar (auxílio + -ar), premiar (prémio + -ar), penitenciar (penitência + -ar) ou odiar (ódio + -ar).