Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

garça-bastarda

garça-bastardagarça-bastarda | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gar·ça·-bas·tar·da gar·ça·-bas·tar·da


nome feminino

[Ornitologia]   [Ornitologia]  Espécie de garça (Ixobrychus minutus) de tamanho pequeno e plumagem preta e bege. = GARCENHO, GARÇOTA, GARÇOTE

Plural: garças-bastardas.Plural: garças-bastardas.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Janeiro de 1355. "Inês Pires de Castro era filha bastarda de D. Pedro Fernandez de Castro, poderoso fidalgo castelhano, e irmã de D. Fernando e de D. Álvaro Pires de Castro, senhores de grande poder político e senhorial. A jovem veio para Portugal em 1340, integrada no séquito da princesa D. Constança

Em estatudotratadoenadaresolvido.blogs.sapo.pt

Janeiro de 1355. "Inês Pires de Castro era filha bastarda de D. Pedro Fernandez de Castro, poderoso fidalgo castelhano, e irmã de D. Fernando e de D. Álvaro Pires de Castro, senhores de grande poder político e senhorial. A jovem veio para Portugal em 1340, integrada no séquito da princesa D. Constança

Em estatudotratadoenadaresolvido.blogs.sapo.pt

Janeiro de 1355. "Inês Pires de Castro era filha bastarda de D. Pedro Fernandez de Castro, poderoso fidalgo castelhano, e irmã de D. Fernando e de D. Álvaro Pires de Castro, senhores de grande poder político e senhorial. A jovem veio para Portugal em 1340, integrada no séquito da princesa D. Constança

Em estatudotratadoenadaresolvido.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual das frases está correcta? Situação A: 1) Devo-lhes dizer que a comida está saborosa. 2) Devo dizer-lhes que a comida está saborosa. Situação B: 1) Está-se a pensar naquilo (de) que mais gostaram de fazer. 2) Está a pensar-se naquilo (de) que mais gostaram de fazer. Coloca-se (de) ou não na frase? Diz-se Está-se a pensar... ou Está a pensar-se...
A dúvida menciona dois tópicos diferentes.
O primeiro relaciona-se com a colocação dos clíticos, pronomes pessoais de uma só sílaba (como o, a, me, nos, lhe, se, etc.), que não têm acentuação própria e por isso dependem do acento da palavra que está imediatamente antes ou depois (normalmente um verbo). Sobre esta questão aconselhamos a leitura da dúvida posição dos clíticos, para uma introdução mais geral ao tema tratado. Para uma resposta mais específica à dúvida, aconselhamos a leitura de outras dúvidas já respondidas sobre o mesmo assunto: sobre a situação A, pode ser consultada a dúvida posição dos clíticos com o verbo dever como auxiliar e respectiva remissão para posição dos clíticos em locuções verbais, a qual poderá também ser consultada para a dúvida relativa à situação B.

O segundo tópico abrange a estrutura argumental do verbo gostar. Este verbo constrói-se habitualmente com a preposição de (ex.: Gosta de chocolate; Gostaram de ir ao cinema), mas é muito usual esta preposição ser elidida quando o complemento do verbo é uma oração introduzida por uma conjunção completiva (ex.: Ele não gosta [de] que façam barulho; O carro [de] que gostamos é muito caro). Este fenómeno, comum a outros verbos (ex.: Convenceu a mãe [de] que precisava de dinheiro), não é de aceitação generalizada, pelo que, em registos formais ou cuidados, deverá ser evitado (ex. Ele não gosta de que façam barulho; O carro de que gostamos é muito caro).




Dezenas/centenas de milhares ou *Dezenas/centenas de milhar? Parece-me que se deve usar o plural de milhar, para concordar com o sujeito (dezenas/centenas), mas tenho ouvido frequentemente a segunda forma...
As expressões apontadas correspondem a um sintagma nominal composto por um numeral colectivo (as palavras dezena ou centena, mesmo no singular, designam uma quantidade determinada de seres ou objectos: uma dezena de carros) que estabelece a quantidade de alguma coisa especificada após a preposição de. Neste caso, trata-se de determinada quantidade de milhares, que por acaso também é um numeral, mas que deverá seguir as mesmas regras de concordância de qualquer outro substantivo. Desta forma, do mesmo modo que em dezenas de carros o ser ou objecto que está a ser quantificado deve estar no plural (*dezenas de carro seria agramatical, como indica o asterisco), a expressão correcta deverá ser dezenas de milhares ou centenas de milhares.
pub

Palavra do dia

cor·ni·fes·to cor·ni·fes·to


(origem obscura)
nome masculino

[Viticultura]   [Viticultura]  Casta de uva tinta.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/gar%C3%A7a-bastarda [consultado em 28-05-2022]