Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

gambito

gambitogambito | n. m.
gambitogambito | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gam·bi·to gam·bi·to 1


(italiano gambetto, rasteira)
nome masculino

1. [Jogos]   [Jogos]  Lance no xadrez em que se sacrifica uma peça para causar maior perda ao adversário.

2. Acção destinada a enganar alguém. = ARTIMANHA, GAMBÉRRIA


gam·bi·to gam·bi·to 2


(italiano gambetta, diminutivo de gamba, perna)
nome masculino

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Perna fina. = CAMBITO

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "gambito" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...imaginada por um estrategista mais astuto do que quem o conduziu àquela armadilha do gambito do Manchester United frente a Piers Morgan, sem jornalistas ingleses nem perguntas incómodas, se...

Em O INDEFECTÍVEL

Nomeado um juiz que irá «liderar» a luta contra a corrupção. Mais uma trapaça do faz de conta! Finge-se que alguma coisa muda para que TUDO continue na mesma. Daqui por uns tempos, quando o juiz nomeado, vier prestar contas ou dizer umas palavras sobre a sua acção, já TODOS NÓS sabemos o que vai dizer. «SEM MEIOS NÃO SE…

Em CP - Cromos de Portugal

do Gambito da Dama Recusado : 1..

Em Geopedrados

, por exemplo a variação de Lasker do Gâmbito da Dama (1..

Em Geopedrados

...O seu nome está associado a algumas aberturas, por exemplo a Variante Lasker do Gambito de Dama (1..

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


No seguinte exemplo, o pronome do complemento directo deve vir antes ou depois do verbo?
- Já fizeste o trabalho?
- Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo.
- Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo.
Nas frases indicadas, as locuções verbais acabar de fazer e ter de fazer correspondem a construções em que os verbos acabar e fazer, seguidos da preposição de, são verbos auxiliares. Em geral, em locuções verbais com verbos auxiliares ou semiauxiliares (excepto com os que formam tempos verbais compostos: ex.: tem lido, foi lido), o clítico é colocado depois do verbo principal (ex.: O livro é interessante e posso lê-lo em dois dias; Ele veio visitar-me esta semana), podendo haver, menos consensualmente, colocação do clítico depois do verbo auxiliar ou semiauxiliar (ex.: O livro é interessante e posso-o ler em dois dias; Ele veio-me visitar esta semana). No entanto, quando a construção do verbo auxiliar ou semiauxiliar inclui uma preposição, especialmente de ou por, o pronome clítico pode ocorrer antes ou depois do verbo auxiliar (ex. Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo), mas não depois do verbo auxiliar (ex. *Sim, acabei-o de fazer; o asterisco indica agramaticalidade).
Esta reflexão aplica-se também à outra frase apresentada (Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo), mas nesse caso será ainda possível a opção Não, ainda o tenho de fazer, pois o advérbio ainda tem a propriedade de atracção do clítico (ver os casos referidos nas alíneas a) a j) da resposta posição dos clíticos).




Quando devo usar "x" e quando devo usar "ch"? Bicho, mexerica, xuxu... existe uma regra para a aplicação de um ou outro?
A ortografia é um conjunto de regras convencionadas; como tal, é artificial e às vezes “pouco amiga do utilizador”.

A maioria das vezes, é o utilizador da língua que mais lê e mais consulta obras de referência, como dicionários, prontuários e afins, que melhor conhece essas regras e que melhor escreve. Não há nenhuma estratégia para escrever correctamente que não passe pela memorização do léxico e pela experiência de leitura e de escrita.

O caso de -ch- e -x- é frequentemente problemático, por corresponder muitas vezes ao mesmo som [S] (ex.: chá, xá), e por ambos os segmentos poderem ocorrer em posição inicial (ex.: chávena, xícara) e medial de uma palavra (ex.: fechar, mexer).

A consulta de obras de referência (dicionários, vocabulários, prontuários e afins), de que o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa é apenas um exemplo, pode ajudar na verificação de casos duvidosos. Esta verificação pode também contribuir para a memorização do léxico e interiorização das regras.

Poderá ter alguma utilidade a consulta da Base V do Acordo Ortográfico de 1945 para a norma europeia do português, especialmente no número 3.º. Para a norma brasileira, estas indicações também são válidas, sendo semelhantes às que estão no grupo X do Formulário Ortográfico de 1943.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, não há nenhuma alteração relativamente a este assunto, mas poderá ser útil a consulta da Base III.

Relativamente às palavras listadas, é de referir que deverá grafar chuchu (a não ser que se trate de um cabo-verdianismo apenas registado no Dicionário Houaiss, que quer dizer "endiabrado" ou "sujo").

pub

Palavra do dia

pi·ca·ú pi·ca·ú


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil]   [Brasil]   [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a várias aves da família dos columbídeos. = POMBA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/gambito [consultado em 30-11-2022]