PT
BR
Pesquisar
Definições



forçado

Será que queria dizer forcado?

A forma forçadopode ser [masculino singular particípio passado de forçarforçar], [adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
forçadoforçado
( for·ça·do

for·ça·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que se forçou. = OBRIGADO

2. Violentado.

3. Forçoso, obrigatório.

4. Esbulhado.

5. Amaneirado; não corrente.


nome masculino

6. [História] [História] Pessoa que cumpria pena de trabalhos forçados. = CALCETA

7. [História] [História] Pessoa condenada a remar nas galés. = GALÉ, GALEOTE, GRILHETA

8. Pessoa muito perversa. = CELERADO, FACÍNORA

etimologiaOrigem etimológica:particípio de forçar.
Confrontar: forcado.
forçarforçar
( for·çar

for·çar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Exercer força contra.

2. Imprimir maior força a.

3. Entrar à força em.

4. Abrir caminho por meio de.

5. Obrigar, constranger.

6. Violentar.

7. Estuprar.

8. Interpretar mal.

9. Desviar da propensão ou da vocação.


verbo pronominal

10. Actuar contra vontade; fazer esforço, violentar-se.

etimologiaOrigem etimológica:força + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "forçado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).



Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.