Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

felix qui potuit rerum cognoscere causas

felix qui potuit rerum cognoscere causasfelix qui potuit rerum cognoscere causas | loc.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

felix qui potuit rerum cognoscere causas


(locução latina que significa "feliz aquele que pôde perscrutar as causas das coisas")
locução

Versos de Virgílio, celebrando a felicidade dos espíritos superiores, que penetram os arcanos da Natureza e descobrem as causas íntimas dos fenómenos.

Fonte: Virgílio, Geórgicas, II, 489.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "felix qui potuit rerum cognoscere causas" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais

observador, compete-lhe apenas decifrá-los, quer dizer, perscrutar-lhes as causas , pois que “ felix qui potuit rerum cognoscere causas ” – como já anteriormente o dissemos em romba tradução – para que todos os possam entender para maior glória de Deus, sendo, porém, que outros dirão, em chã linguagem e

Em Relógio de Pêndulo

, bem se sabendo quão débil é o braço e ousado o sonho e, sendo verdade que “ felix qui potuit rerum cognoscere causas ”, quer dizer, em romba tradução, que “feliz aquele que pôde perscrutar as causas das coisas” , se isto é verdade, então, do fraco entendimento do mundo e dos homens, procuremos elucidar

Em Relógio de Pêndulo

todas que só há um grande na equação FCP-Lopetegui: o clube. Não sei se Julen Lopetegui Argote tem consciência disso, mas a tirada mais célebre do grande poeta romano Virgílio aplica-se-lhe na perfeição - « Felix qui potuit rerum cognoscere causas » (felizes aqueles que conhecem a causa das coisas). É uma

Em O INDEFECTÍVEL

Afonso Reis Cabral Quando lhe disseram : - Estudou latim e grego . Que expressão clássica poderia despertar-nos do torpor em que a crise nos deixa ? A resposta foi : - Carpem diem ( aproveita o dia ) - Dubitando ad veritatem pervenimus ( duvidando chegamos à verdade ) - Felix qui potuit rerum

Em Reencontros
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Consultando um site estrangeiro sobre bandeiras e numa tradução apressada encontrei vixiologia como a palavra para o estudo das mesmas. Ora, aparentemente, não existe esta palavra em português. Assim solicito me indiquem qual a palavra correcta.
A palavra correcta para este estudo é vexilologia (a palavra está registada no Dicionário Houaiss e no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras).



Gostaria de saber das regras para o uso adequado da palavra se.
Para empregar correctamente a palavra se, é necessário analisar e perceber a diferença entre duas classificações, a de conjunção subordinativa (em 1) e a de pronome pessoal átono (em 2).

1 Como conjunção, a palavra se surge para ligar frases subordinadas e pode ter vários valores, que se podem resumir basicamente em:
1.1 Conjunção subordinativa condicional, para indicar uma condição ou uma hipótese (ex.: Só podem brincar na rua se não chover; Se chegares atrasado, a responsabilidade é tua).
1.2 Conjunção subordinativa integrante, para iniciar frases interrogativas indirectas (ex. Perguntou se aquilo era verdade).

2 Como pronome pessoal, a palavra se pode corresponder a quatro tipos de estruturas diferentes, estando sempre acompanhada de um verbo (antes ou depois).
2.1 Pronome pessoal átono reflexo, para indicar o complemento directo quando a acção do sujeito recai sobre ele próprio (ex.: Vestiu-se rapidamente.).
2.2 Pronome pessoal átono recíproco, para indicar o complemento directo sobre o qual recai uma acção mutuamente realizada e sofrida por um sujeito plural ou complexo (ex.: Cumprimentaram-se respeitosamente.).
2.3 Pronome pessoal átono que desempenha a função de sujeito indefinido ou indeterminado, com um valor próximo de a gente ou alguém (ex.: -se esse livro com muita facilidade).
2.4 Pronome pessoal átono apassivante, com um valor próximo de uma frase passiva (ex.: Arrenda-se loja no centro).

Sobre esta questão, e porque a palavra se é frequentemente confundida, na ortografia, com a terminação do pretérito imperfeito do conjuntivo, por favor consulte também outra dúvida relacionada em pretérito imperfeito do conjuntivo e presente do indicativo seguido de -se.

pub

Palavra do dia

er·ra·di·car er·ra·di·car

- ConjugarConjugar

(latim eradico, -are)
verbo transitivo

1. Arrancar pela raiz (ex.: vamos erradicar as plantas doentes). = DESARRAIGAR, EXTIRPAR

2. Fazer desaparecer (ex.: a vacinação erradicou a varíola; refere a necessidade de erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades). = AFASTAR, ELIMINAR, EXCLUIR, EXPULSAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/felix+qui+potuit+rerum+cognoscere+causas [consultado em 17-10-2021]