Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
felix qui potuit rerum cognoscere causasfelix qui potuit rerum cognoscere causas | loc.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

felix qui potuit rerum cognoscere causas
(locução latina que significa "feliz aquele que pôde perscrutar as causas das coisas")
locução

Versos de Virgílio, celebrando a felicidade dos espíritos superiores, que penetram os arcanos da Natureza e descobrem as causas íntimas dos fenómenos.

Fonte: Virgílio, Geórgicas, II, 489.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "felix qui potuit rerum cognoscere causas" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Cronopata é erro? Pela sua etimologia, creio que estaria correctamente no dicionário... Mas não consta... Neologismo? Porque ainda não adoptado oficialmente?
As palavras cronopatia e cronopata, apesar de não se encontrarem registadas em nenhum dos dicionários de língua portuguesa por nós consultados, estão correctamente formadas (com os elementos de formação crono-, derivado do grego khrónos, que significa “tempo”, e -patia e -pata, derivados do grego páthe, que significa “doença” ou “dor”). Na medicina, a cronopatia pode designar o conjunto de patologias que estão relacionadas com desvios, atrasos ou avanços no crescimento; pode também referir-se à incapacidade para gerir o tempo ou para cumprir horários. Cronopata será a pessoa que sofre de alguma destas patologias.



Na frase "Muitos meses passaram desde a morte de sua mãe." como classificamos a palavra "muitos"?
A palavra muito pode ter a classificação de pronome indefinido (ex.: Havia laranjas na árvore, mas muitas já estavam no chão.), determinante indefinido (ex.: Estava muita gente na repartição para ser atendida.), advérbio (ex.: O prédio é muito grande. Eles não trabalham muito.) ou substantivo masculino (ex.: Nunca lhe agradeceu o muito que ele fez por ela.). Na frase que refere, e como pode constatar pelos exemplos acima, a palavra muito tem a função de determinante indefinido, concordando em género e número com o nome a que se refere e especificando o seu sentido.
pub

Palavra do dia

in·ven·ti·vo in·ven·ti·vo
(inventar + -ivo)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem o dom da invenção.

2. Que mostra criatividade ou imaginação. = ENGENHOSO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/felix+qui+potuit+rerum+cognoscere+causas [consultado em 07-04-2020]