Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fait divers

fait diversfait divers | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fait divers |fé divér|


(locução francesa, de fait, facto + divers, diverso, variado)
nome masculino

1. Conjunto de ocorrências e acontecimentos variados e sem ligação entre eles, que correspondem a uma rubrica jornalística.

2. Facto ou assunto pouco importante.

Plural: faits divers.Plural: faits divers.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fait divers" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

NOTA DE IMPRENSA “PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO DAS LISTAS PSL POR PARTE DO PSD FIGUEIRA”. ESCLARECIMENTO DA Cdu Figueira DA Foz . "Na página 11 da edição do Diário de Coimbra, de 11 de Agosto de 2021, escreve-se o seguinte. Passamos a citar: “Fonte do PSD, “fez notar «outro pormenor» , alegando que o advogado do PSD «não foi o…

Em Outra Margem

pessoas mais sentimentais deste mundo. Ao Roberto Santos gracioso sucedeu (resta saber porquanto tempo) um Roberto Santos sentimental, mas nem por isso, ou talvez por isso mesmo, menos estruturalmente humorista. O humorismo não é uma acomodação: é uma reacção. Roberto santos reagiu agora perante o fait-divers

Em humorgrafe

] Voilà la poésie ce matin et pour la prose il y a les journaux Il y a les livraisons à 25 centimes pleines d’aventures policières Portraits des grands hommes et mille titres divers J’ai vu ce matin une jolie rue dont j’ai oublié le nom Neuve et propre du soleil elle était le clairon Les directeurs les

Em Estação Cronográfica

nos prochains péchés. Un coussin traîne là sans raison ; mais le fourbe S’offrira tout à l’heure au genou qui se courbe. VI La plus lente caresse, amie, est la meilleure, N’est-ce pas ? Et tu hais l’instant funeste où l’heure Rappelle avec son chant métallique et glacé Qu’il se fait tard, très tard

Em Estação Cronográfica

… Observando os diversos números, e principalmente o nº 15 não se percebe porque é que a censura tinha a tal sanha contra este jornal. Era fundamentalmente de textos anedóticos, em fait-divers humorísticos sem grande profundidade satírica, ou de intervenção. Em relação aos artistas gráficos, apesar de publicar

Em humorgrafe
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É indiferente a utilização indistinta dos verbos levantar e alevantar, rebentar e arrebentar?
As palavras que referiu são sinónimas duas a duas (alevantar = levantar, arrebentar = rebentar), sendo as formas iniciadas por a- variantes formadas pela adjunção do prefixo protético a-, sem qualquer alteração de sentido. A estas palavras podem juntar-se outros pares, como ajuntar/juntar, amostrar/mostrar, arrecuar/recuar, assoprar/soprar, ateimar/teimar, etc.

As formas com o elemento protético a- são geralmente consideradas mais informais ou características do discurso oral, devendo por isso ser evitadas em contextos que requerem alguma formalidade ou em que se quer evitar formas menos consensuais.

Apesar deste facto, não podemos fazer uma generalização destes casos para o uso do prefixo, uma vez que o prefixo a- pode ter outros valores, como os de aproximação, mudança (ex.: abaixo < a- + baixo, acertar < a- + certo + -ar) ou de privação, negação (ex.: atemporal < a- + temporal, assexuado < a- + sexuado), em que já não se trata de variação, mas de derivação.




Surgiu uma dúvida sobre a escrita correta: nenhuma - está correto - e nem uma - é correto também ou não se usa?

Ambas as grafias, nenhuma e nem uma, estão correctas; os seus usos e funções é que são distintos.

A palavra nenhuma pode funcionar como determinante (i.e., antes de um nome) ou como pronome (i.e., em vez de um nome) indefinido, indicando negação (1)-(2), ausência (3)-(4) ou reforço de negação (5)-(6). As frases dos números ímpares correspondem a exemplos de nenhuma como determinante, as dos números pares correspondem a exemplos de nenhuma como pronome:
(1) Nenhuma pedra será removida.
(2) Juntou várias pedras mas nenhuma foi removida.

(3) Nenhuma sócia compareceu à festa.
(4) Convidou várias pessoas mas nenhuma compareceu à festa.

(5) Não tenho nenhuma vontade de sair hoje à noite.
(6) Experimentou várias blusas, mas não gostou de nenhuma.

Ainda em posição pré-nominal, e ligada à partícula de negação não, nenhuma pode ser equivalente ao indefinido uma:
(7) Ela não é nenhuma especialista na matéria, mas sabe o que diz.

Note-se que nas frases (1) e (3) nenhuma pode ser substituída por nem uma sem perda de sentido, contrariamente ao que sucede com a frase (5), que gera uma frase agramatical (5a):
(1a) Nem uma pedra será removida.
(3a) Nem uma das sócias compareceu à festa.
(5a) *Não tenho nem uma vontade de sair.

A palavra nenhuma, em posição pós-nominal, tem ainda uma função adjectival, reforçando a negação (5b). Neste contexto, nenhuma nunca pode ser substituída por nem uma, uma vez que tal substituição produz frases agramaticais como (5c):
(5b) Não tenho vontade nenhuma de sair.
(5c) *Não tenho vontade nem uma de sair.

A expressão nem uma pode também significar “nem mesmo uma”:
(8) Nem uma escavadora conseguiria remover esta pedra!

A frase de (8) significa que nem sequer uma escavadora conseguiria remover a pedra. Se nenhuma fosse utilizada em (8), o sentido seria outro: escavadora alguma conseguiria remover a pedra.


pub

Palavra do dia

ter·sol ter·sol


(terso + -ol)
nome masculino

[Liturgia católica]   [Liturgia católica]  Toalha de altar usada para o sacerdote enxugar as mãos. = MANUTÉRGIO

Plural: tersóis.Plural: tersóis.
Confrontar: terçol.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fait%20divers [consultado em 21-09-2021]