Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
eurecaeureca | interj.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

eu·re·ca |é| eu·re·ca |é|
(grego heúreka, encontrei, forma do verbo heurísko, encontrar)
interjeição

O mesmo que heureca.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Em conversa com amigos ouvi alguém dizer que avestruz é um nome masculino "o avestruz". Numa pesquisa na net confirmei que realmente é masculino mas em Portugal tem a designação no feminino " a avestruz". Poderiam por favor elucidar-me nesta questão?
O vocábulo português avestruz provém do substantivo masculino espanhol avestruz. Por sua vez, o vocábulo espanhol deriva de ave + estrutz, termo occitano proveniente do latim struthio,-onis, também masculino, e este do grego strouthíon, -onos, redução de strouthokámelos (de strouthós “pardal” + kámelos “camelo”), vocábulo masculino e feminino.

A generalidade dos dicionários e vocabulários de língua portuguesa consultados (Vocabulário da Língua Portuguesa, Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, etc.) regista avestruz como palavra masculina ou feminina (este avestruz ou esta avestruz). As excepções parecem ser a obra brasileira Dicionário de Usos do Português do Brasil (São Paulo: Editora Ática, 2002), que regista avestruz apenas como substantivo masculino, e a obra portuguesa Novo Grande Dicionário da Língua Portuguesa Conforme Acordo Ortográfico (Lisboa: Texto Editores, 2007), que regista avestruz apenas como substantivo feminino.

Pesquisas em corpora e em motores de pesquisa da Internet revelam que, apesar de o género masculino (o avestruz) ser mais usado no português do Brasil e de o género feminino (a avestruz) ser mais comum no português europeu, há ocorrências consideráveis deste substantivo nos dois géneros em páginas portuguesas e brasileiras.




São comummente usadas as palavras Sara, Saara e Sahara para designar o deserto africano. Ora, tendo em conta que escrevemos, e creio ser esta norma mais ou menos irrevogável, o adjectivo subsariano, não faz sentido só a primeira: o deserto do SARA? No mesmo sentido, Bamas, Baamas ou Bahamas? A confusão está instalada…
Para além das formas Sara, Saara e Sahara, derivadas do árabe çahara, existem ainda as variantes Saará e Sáara, esta última defendida por alguns autores, entre os quais José Pedro Machado, que a prefere a Sara (Palavras a propósito de palavras, Lisboa, Editorial Notícias, 1992, pp. 276-278), como a forma mais correcta por factores histórico-etimológicos. A partir destas formas, criaram-se os adjectivos sariano e saariano, que por sua vez deram origem aos derivados subsariano e subsaariano. Os adjectivos sahariano e subsahariano não se encontram registados em nenhum dos dicionários de língua portuguesa à nossa disposição, apesar de terem ocorrência em corpora e na internet e de serem análogos a formas dicionarizadas como bahamiano.

As variantes Baamas e Bahamas, e os respectivos gentílicos baamiano e bahamiano, encontram-se registadas em vocabulários de língua portuguesa e no Dicionário Priberam, ao contrário de Bamas que não possui registo ou ocorrência em corpora.

Para mais pormenores sobre a questão da ortografia de topónimos estrangeiros pode consultar a resposta topónimos estrangeiros.

pub

Palavra do dia

me·nar·ca me·nar·ca
(grego men, menós, mês + grego arkhê, -ês, começo, origem)
nome feminino

[Fisiologia]   [Fisiologia]  Primeira menstruação (ex.: menarca aos 11 anos e coitarca aos 19 anos).

Confrontar: monarca.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/eureca [consultado em 05-07-2020]