Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
etimologistaetimologista | adj. 2 g. s. 2 g.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

e·ti·mo·lo·gis·ta e·ti·mo·lo·gis·ta
(etimologia + -ista)
adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros e substantivo de dois géneros

Que ou quem se ocupa de etimologia.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "etimologista" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Lendo um livro de História da Sociedade Brasileira, deparei-me com a seguinte afirmação: O Brasil perdia o direito de "asiento". Recorri ao dicionário mas nada encontrei, a respeito dessa palavra. Vossa Senhoria pode me dizer o significado?
A palavra espanhola asiento é usada em textos de História para designar um tratado ou acordo através do qual um grupo de comerciantes recebia da coroa espanhola uma rota comercial ou o monopólio de um produto. Eram muito lucrativos os asientos para o tráfico de escravos, motivo pelo qual estes são os mais conhecidos, nomeadamente o direito de asiento concedido por Espanha aos negreiros portugueses para comércio de escravos para a América durante o domínio filipino (principalmente entre 1595 e 1640), ou, antes disso, os asientos de Manuel Caldeira (1513-1593), por exemplo, ou ainda o direito de asiento concedido por 30 anos a Inglaterra no fim da Guerra da Sucessão Espanhola.



Tenho ouvido e visto frequentemente pessoas utilizarem as palavras "câmara" e "câmera". A minha dúvida é se a segunda tem algum significado mais estrito do que a primeira ou se simplesmente não existe na Língua Portuguesa. Quais os contextos em que devemos adoptar uma e outra?
As grafias câmara e câmera coexistem na língua portuguesa e a alternância -a-/-e- remonta ao latim camera/camara, que está na origem de formas com -e- do francês (caméra), do inglês (camera) e do italiano (camera), por um lado, e com -a- do espanhol (cámara), por outro. No português, mantiveram-se os dois radicais, sendo que, segundo o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, a grafia câmera é um brasileirismo, utilizada apenas num conjunto restrito de sentidos, sendo câmara a grafia do português europeu. Esta informação não é corroborada pelo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, que remete a grafia câmera para câmara, sem indicar que se trata de brasileirismo, referindo no entanto que a forma com -e- é de uso corrente, especialmente nas acepções de "dispositivo ou aparelho óptico". É de referir ainda que, apesar de a forma câmara ser estatisticamente mais usual em Portugal, encontram-se na oralidade muitas ocorrências de câmera. Além disso, há derivados de câmera, como bicameral, por exemplo, que não têm o equivalente com -a-.
pub

Palavra do dia

o·fu·ro o·fu·rô
(do japonês)
substantivo masculino

Banheira funda, geralmente circular, feita de madeira ou de outros materiais, que permite banhos quentes de imersão.


• Grafia no Brasil: ofurô.

• Grafia no Brasil: ofurô.

• Grafia em Portugal: ofuro.

• Grafia em Portugal: ofuro.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/etimologista [consultado em 12-12-2019]