PT
BR
Pesquisar
Definições



estrela

A forma estrelapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de estrelarestrelar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de estrelarestrelar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
estrelaestrela
|ê| |ê|
( es·tre·la

es·tre·la

)
Imagem

estrela de David

AstronomiaAstronomia 

Estrela formada por dois triângulos equiláteros sobrepostos, que simboliza o judaísmo.


nome feminino

1. [Astronomia] [Astronomia] Astro fixo que tem luz própria. = ESTELA

2. Figura geralmente composta por um conjunto de raios que partem do mesmo ponto ou por um círculo com cinco ou seis pontas.

3. Objecto que tem a forma ou o brilho de uma estrela.

4. [Figurado] [Figurado] Influência dos astros na vida do homem. = DESTINO, SORTE

5. [Figurado] [Figurado] Coisa, ideia ou pessoa que orienta. = FANAL, FAROL, GUIA, NORTE

6. [Figurado] [Figurado] [Cinema, Teatro, Televisão] [Cinema, Teatro, Televisão] Pessoa que brilha ou se destaca, geralmente pelo talento ou pela notoriedade (ex.: estrela do music-hall; estrelas da década de 1950).

7. [Figurado, Por extensão] [Figurado, Por extensão] Pessoa muito famosa em qualquer domínio ou actividade (ex.: estrela das artes marciais; ex-dirigente sindicalista é a nova estrela do partido).

8. Papagaio de papel com a forma de uma estrela.

9. Mancha mais ou menos redonda na frente dos animais.

10. [Militar] [Militar] Distintivo, geralmente em forma de estrela, que indica posição hierárquica no uniforme (ex.: general de 5 estrelas).

11. [Pouco usado] [Pouco usado] [Tipografia] [Tipografia] Sinal tipográfico em forma de estrela (*). = ASTERISCO


estrela da manhã

[Astronomia] [Astronomia]  O mesmo que estrela da tarde.

estrela da tarde

[Astronomia] [Astronomia]  O planeta Vénus.

estrela de alva

[Astronomia] [Astronomia]  O mesmo que estrela da tarde.

estrela de David

[Astronomia] [Astronomia]  Estrela formada por dois triângulos equiláteros sobrepostos, que simboliza o judaísmo.Imagem = SIGNO-DE-SALOMÃO, SIGNO-SAIMÃO, SINO-SAIMÃO

estrela do norte

[Astronomia] [Astronomia]  O mesmo que estrela polar.

estrela polar

[Astronomia] [Astronomia]  A última das estrelas que formam a cauda da Ursa Menor.

etimologiaOrigem etimológica:latim stella, -ae.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:constelação.
estrelarestrelar
( es·tre·lar

es·tre·lar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Ornar de estrelas.

2. Dar a forma de estrela a.

3. Matizar.

4. Frigir até corar.

5. Frigir (ovos) sem os mexer.

6. [Brasil] [Brasil] Ser o actor principal. = PROTAGONIZAR


verbo intransitivo

7. Brilhar, refulgir.


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

8. Relativo às estrelas. = ESTELAR, SIDERAL

etimologiaOrigem etimológica:estrela + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "estrela" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Existe o verbo chaqualhar (no sentido de agitar)? Vi que existe chocalhar (que teria o mesmo sentido), mas em nosso dia-a-dia usamos chaqualar. Existe? É assim que se escreve? Ou assim: chacualhar?
A forma correcta é chacoalhar, como pode verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa .



Nota-se hoje alguma tendência para se inutilizar as regras do discurso indirecto. Nos textos jornalísticos sobretudo, hoje quase que ninguém mais respeita os comandos gramáticos regedores do discurso indirecto. Muitos inclusive argumentam tratar-se de normas "ultrapassadas". Daí vermos frequentemente frases do tipo O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos/irá cumprir, ao invés de ia/iria cumprir, como manda a Gramática conhecida até hoje. De que lado estará então a correcção? Ou seja, as normas do discurso indirecto enunciadas nas diferentes gramáticas ainda valem ou deixaram de valer?
As chamadas regras para transformar o discurso directo em discurso indirecto mantêm-se, e têm na Nova Gramática do Português Contemporâneo (14.ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 629-637) uma sistematização bastante completa.
No entanto, o discurso indirecto livre parece estar a ser cada vez mais usado na imprensa, consciente ou inconscientemente.

Esta forma de discurso é muito usada na oralidade e em textos literários que pretendem diminuir a distância entre o narrador e o discurso relatado e tem como característica exactamente a fusão do discurso directo com o discurso indirecto.
Disso é exemplo a frase apontada (O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos), em que o início tem claramente características de discurso indirecto, como o enunciado na 3.ª pessoa (O ministro X prometeu) ou a oração subordinada integrante dependente de um verbo que indica declaração ou afirmação (prometeu que), e a segunda parte tem claramente características de discurso directo, como o tempo verbal no presente ou no futuro (o seu governo vai/irá cumprir) em vez de no pretérito imperfeito ou no condicional, como seria normal no discurso indirecto (o seu governo ia/iria cumprir).

Para melhor exemplificar a noção de discurso indirecto livre, por contraste com o discurso directo e com o discurso indirecto, colocamos as três frases a seguir.

Discurso directo: O meu governo vai cumprir os prazos.
Discurso indirecto: O ministro X prometeu que o seu governo ia cumprir os prazos.
Discurso indirecto livre: O ministro X prometeu que o seu governo vai cumprir os prazos.