PT
BR
Pesquisar
Definições



escavacado

A forma escavacadopode ser [masculino singular particípio passado de escavacarescavacar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
escavacadoescavacado
( es·ca·va·ca·do

es·ca·va·ca·do

)


adjectivoadjetivo

1. Magro, alquebrado.

2. Gasto, estragado (falando de pessoas novas).

escavacarescavacar
( es·ca·va·car

es·ca·va·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. Fazer ou ficar em cavacos ou em pedaços. = DESPEDAÇAR, ESCAQUEIRAR, PARTIR, QUEBRAR

2. Causar ou sofrer estrago ou destruição. = ARRUINAR, DESTRUIR, ESTRAGAR


verbo transitivo

3. [Figurado] [Figurado] Tornar fraco, magro ou doente. = ALQUEBRAR, AVELHENTAR, ESTRAGAR

4. Tirar terra de. = CAVAR, ESCAVAR


verbo intransitivo

5. [Brasil] [Brasil] Ficar aborrecido, descontente, irritado ou zangado. = DAR O CAVACO, ZANGAR-SE

etimologiaOrigem etimológica:es- + cavaco + -ar.


Dúvidas linguísticas



Pode-se utilizar a palavra exigencial? Ex.: selecção exigencial de componentes.
Apesar de o adjectivo exigencial não se encontrar registado em nenhum dos dicionários e vocabulários de língua portuguesa à nossa disposição, ele encontra-se bem formado a partir da aposição do sufixo -al ao substantivo exigência, pelo que o seu uso é possível e até muito frequente, como o revelam pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet, especialmente em contextos relativos às áreas da construção e da engenharia civil, com o significado “que é relativo a ou que envolve uma exigência” (ex.: fizeram uma selecção exigencial dos novos materiais).



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.