Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
efemeridadeefemeridade | s. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

e·fe·me·ri·da·de e·fe·me·ri·da·de
(efémero + -idade)
substantivo feminino

Qualidade de efémero.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem). Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso. Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.



Desde sempre usei a expressão quando muito para exprimir uma dúvida razoável ou uma cedência como em: Quando muito, espero por ti até às 4 e 15. De há uns tempos para cá, tenho ouvido E LIDO quanto muito usado para exprimir o mesmo. Qual deles está certo?
No que diz respeito ao registo lexicográfico de quando muito ou de quanto muito, dos dicionários de língua que habitualmente registam locuções, todos eles registam apenas quando muito, com o significado de “no máximo” ou “se tanto”, nomeadamente o Grande Dicionário da Língua Portuguesa (coordenado por José Pedro Machado, Lisboa: Amigos do Livro Editores, 1981), o Dicionário Houaiss (Lisboa: Círculo de Leitores, 2002) e o Dicionário Aurélio (Curitiba: Positivo, 2004). A única excepção é o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências (Lisboa: Verbo, 2001), que regista como equivalentes as locuções adverbiais quando muito e quanto muito. Do ponto de vista lógico e semântico, e atendendo às definições e distribuições de quando e quanto, a locução quando muito é a que parece mais justificável, pois uma frase como quando muito, espero por ti até às 4 e 15 seria parafraseável por espero por ti até às 4 e 15, quando isso já for muito ou demasiado. Do ponto de vista estatístico, as pesquisas em corpora e em motores de busca evidenciam que, apesar de a locução quanto muito ser bastante usada, a sua frequência é muito inferior à da locução quando muito. Pelos motivos acima referidos, será aconselhável utilizar quando muito em detrimento de quanto muito.
pub

Palavra do dia

o·lho·-de·-boi |ôlhu| o·lho·-de·-boi |ôlhu|
substantivo masculino

1. Abertura, geralmente redonda ou oval, no tecto ou na parede de um edifício, para deixar entrar a luz. = CLARABÓIA

2. Janela circular ou ovalada. = ÓCULO

3. [Portugal]   [Portugal]   [Botânica]   [Botânica]  Designação comum a várias plantas da família das compostas. = PAMPILHO

4. [Portugal: Madeira]   [Portugal: Madeira]  Lanterna portátil.

5. [Brasil]   [Brasil]  Selo postal impresso pelo Governo Imperial brasileiro entre 1843 e 1844, com valores gravados de 30, 60 e 90 réis.

6. [Brasil]   [Brasil]   [Botânica]   [Botânica]  Árvore (Talisia esculenta) da família das sapindáceas, de folhas perenes e alternas, flores brancas dispostas em panícula, frutos drupáceos dispostos em cachos, nativa da América do Sul. = PITOMBEIRA

7. [Brasil]   [Brasil]   [Botânica]   [Botânica]  Planta trepadeira (Dioclea violacea), da família das leguminosas, de flores purpúreas e vagens com sementes grandes. = CORONHA, MUCUNÃ

8. Semente dessa planta, usada como amuleto.

Plural: olhos-de-boi |ólhus|.Plural: olhos-de-boi |ólhus|.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/efemeridade [consultado em 24-09-2018]