Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
2ª pess. sing. pres. conj. de destratardestratar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

des·tra·tar des·tra·tar - ConjugarConjugar
(des- + tratar)
verbo transitivo

Tratar mal ou insultar.

Confrontar: distratar.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "destrates" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Questiona-se muito, nos dias de hoje, a existência ou não, na língua portuguesa, da locução Na medida em que. Afinal é uma expressão que existe ou não?
A locução na medida em que vem registada em dicionários de língua que habitualmente registam locuções nos seus verbetes (por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciência/Verbo, 2001 e no Dicionário Houaiss, do Círculo de Leitores, 2002). Não há qualquer razão linguística para não usar a referida locução, a não ser a sensibilidade e a capacidade de opção do utilizador da língua.



Eu introduzi o termo caracteres no Dicionário da Língua Portuguesa On-line para precisamente ver o que dizia no singular, e qual o meu espanto quando vejo que o singular de caracteres é carácter, que tem a ver com "cunho especial que distingue as coisas entre si". Eu penso/suponho que o singular de caracteres seja caracter sem o acento na letra 'a', senão terá o outro significado já dito. Peço a vossa correcção ou a devida explicação detalhada.
De facto, no português europeu (de Portugal) o singular de caracteres é carácter. Trata-se de um plural irregular que faz deslocar o acento tónico da sílaba -rá- de carácter para a sílaba -te- de caracteres. Isto acontece provavelmente por ser uma forma de derivação culta, a partir do latim caracter, eris, correspondendo a acentuação em português às vogais longas do latim.

A palavra caracter ou caractere tem muitas ocorrências, mas é ainda considerada uma forma desaconselhada no português de Portugal. Qualquer destas formas surgiu por dedução a partir do plural irregular, isto é, nos contextos de carácter em que a palavra aparece mais frequentemente no plural (por exemplo, os caracteres tipográficos, os caracteres de um texto, digitar caracteres), os falantes fizeram a regularização, por hipercorrecção, do singular a partir do plural irregular, retirando a terminação do plural (-es ou -s) e mantendo a acentuação tónica do plural (caracter[es] ou caractere[s]).

No português do Brasil, a forma caractere surge já em vários dicionários (por exemplo no Dicionário Houaiss e no Dicionário Aurélio), com as acepções relativas a letras, tipos ou sinais, no domínio da tipografia e da informática.

A edição portuguesa do Dicionário Houaiss (Círculo de Leitores, 2002) é a única obra lexicográfica portuguesa a registar caracter como palavra do português de Portugal, mas considera-a, no entanto, menos correcta do que carácter.

O fenómeno não é exclusivo da palavra carácter. O mesmo acontece frequentemente com a palavra júnior, por exemplo, cujo plural irregular é juniores (com o acento tónico na sílaba -o-, juniores). O plural desta palavra está na origem de um singular junior que, tal como caracter ou caractere, deverá ser evitado.

O FLiP (www.flip.pt) inclui um corrector ortográfico que permite resolver dúvidas semelhantes, ao detectar erros e formas desaconselhadas.

pub

Palavra do dia

qui·es·cen·te qui·es·cen·te
(latim quiescens, -entis, particípio presente de quiesco, -ere, repousar, descansar; estar calmo)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

Que descansa; que está em sossego. = QUIETO, TRANQUILO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/destrates [consultado em 23-09-2020]