Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

despetalar

despetalardespetalar | v. tr. | v. pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

des·pe·ta·lar des·pe·ta·lar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Tirar as pétalas.

verbo pronominal

2. Deixar cair as pétalas.

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...à tradição Flor mantém o prumo do que sinto, amor É perfume, sonho, tremorParece despetalar -se, só que não Verga sob um beijo, monta em fogoSó falta voce existirPara...

Em Outubro

– venho despetalar nas comemorações de sétimo dia os goivos de minha saudade, soluçante como o mar...

Em catadordepapeis.blogspot.com

...a ventania Veio me dizer Essa pétala nasce todo dia Feito flor vermelha Pra despetalar Quem é essa pétala??

Em blog0news

...já só falta pegar na flor do "bem me quer, mal me quer" e despetalar "joga, não

Em benfica365.blogs.sapo.pt

Ainda continuo a despetalar o mesmo malmequer…

Em TerçOLHO
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Procurei o substantivo airela (que, acredito, refere-se a uma fruta vermelha, muito comum aqui na Suécia - em sueco chama-se "lingon"). Vi em alguns lugares como "airela vermelha", mas a palavra "airela" não consta em seu dicionário. Será que existe e será que pertence mesmo à língua portuguesa?
A palavra airela surge registada em alguns dicionários e vocabulários de língua portuguesa, nomeadamente no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado, e designa um tipo de baga vermelha do género Vaccinium. É muito grande a variedade de espécies de bagas que pertencem a este género e as designações vulgares para elas são variadas, como, por exemplo, arando ou arando vermelho.



Gostaria de saber qual das expressões está correcta: "ensino à distância" (com o acento grave no "à" ou "ensino a distância" (sem acento e sem sentido de complemento directo). Sobretudo alguns utilizadores da língua no domínio informático insistem em não colocar o respectivo acento, argumentando que não se trata de uma distância conhecida. Este argumento é válido? Não se estará a quebrar o paradigma que podemos estabelecer com outras expressões que têm regências preposicionais semelhantes? Por exemplo: "fato à medida"; "ter à partida"; "à medida que". Não poderão surgir ambiguidades contextuais desnecessárias na língua. Será uma influência do Português do Brasil?
Apesar de alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, considerarem as locuções adverbiais a distância e à distância como sinónimas, também advertem para o facto de que tradicionalmente se tem feito a seguinte distinção: a locução a distância deve ser utilizada quando não se especifica a distância (ex.: viram o avião passar a distância) e a locução à distância quando há uma especificação numérica da mesma (ex.: o avião estava à distância de 3000 metros). Não nos parece existir uma razão lógica e argumentativamente sustentável para esta distinção, uma vez que há outros casos de locuções em que é utilizada a contracção da preposição a com o artigo definido (o, a, os, as), sem que haja uma pormenorização quantitativa (ex.: viram o barco ao longe; a camisa foi feita à medida; desequilibrou-se e caiu ao comprido; pôs as mãos ao alto). Pesquisas em corpora de textos portugueses indicam que estatisticamente a locução adverbial à distância é muito mais usada do que a distância.
pub

Palavra do dia

mar·ci·á·ti·co mar·ci·á·ti·co


(latim martiaticus, -a, -um, marcial, militar)
adjectivo
adjetivo

Relativo ao planeta Marte. = MARCIANO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/despetalar [consultado em 28-11-2022]