PT
BR
Pesquisar
Definições



desenraizamento

A forma desenraizamentopode ser [derivação masculino singular de desenraizardesenraizar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
desenraizamentodesenraizamento
( de·sen·ra·i·za·men·to

de·sen·ra·i·za·men·to

)


nome masculino

Acto ou efeito de desenraizar.

etimologiaOrigem etimológica:desenraizar + -mento.
desenraizardesenraizar
|a-i| |a-i|
( de·sen·ra·i·zar

de·sen·ra·i·zar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Arrancar pela raiz. = EXTIRPAR

2. Tirar alguém de determinado lugar, com recurso à força. = AFASTAR


verbo transitivo e pronominal

3. Pôr fim a, livrar(-se) de. = ELIMINAR, EXTIRPAR

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: DESARRAIGAR, DESARREIGAR, DESRAIZAR

etimologiaOrigem etimológica:des- + enraizar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "desenraizamento" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).