Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
derivaderiva | s. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de derivarderivar
2ª pess. sing. imp. de derivarderivar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

de·ri·va de·ri·va
(francês dérive)
substantivo feminino

1. Desvio de um navio ou dum avião por efeito de uma corrente ou do vento.

2. Deslocação não controlada de um veículo.

3. Dispositivo para reduzir o desvio de rota de um navio ou de uma aeronave.

4. [Militar]   [Militar]  Ângulo lateral com que se deve corrigir a pontaria de uma arma para anular a derivação.

5. Desvio de um instrumento ou aparelho com o tempo, em relação ao funcionamento.


à deriva
Ao sabor das correntes ou dos ventos (ex.: o veleiro andava à deriva).

Sem rumo, sem energia ou sem vontade.

deriva continental
Teoria segundo a qual a crosta terrestre é formada por placas que se deslocam sobre o manto.

deriva dos continentes
O mesmo que deriva continental.


de·ri·var de·ri·var - ConjugarConjugar
verbo intransitivo e pronominal

1. Proceder, vir, provir.

2. Desviar-se (do seu leito).

3. Correr (rios ou regatos).

4. Apartar-se (do rumo).

5. Manar, nascer, brotar.

6. Seguir-se, resultar.

verbo transitivo

7. Desviar (curso de água), causar derivação a.

8. Fazer provir de.

9. Atribuir a origem a.

10. [Gramática]   [Gramática]  Formar (uma palavra) de outra.

11. [Medicina]   [Medicina]  Desviar (humores) de um para outro sítio.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "deriva" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem). Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso. Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.



Como se escreve e porquê: compraste ou compras-te? comoveste ou comoves-te?
A questão que nos coloca diz respeito à diferença entre 1) a forma da segunda pessoa do singular do pretérito perfeito simples do indicativo (ex.: Tu compraste muitas prendas ontem; Comoveste a senhora com a tua história) e 2) a forma da segunda pessoa do singular do presente do indicativo, seguida do pronome pessoal átono reflexo te (ex.: Tu compras-te sempre tantas prendas?; Comoves-te facilmente com qualquer filme).

Os exemplos acima indicados (compraste/compras-te e comoveste/comoves-te) são formas parónimas, isto é, escrevem-se e pronunciam-se de forma semelhante (mas não igual), tendo, porém, significados diferentes.

Uma estratégia importante para empregar correctamente estas formas diferentes é analisar o contexto em que estão inseridas. Vejamos então os contextos do indicativo de 1) e do pronome pessoal de 2):

1) O pretérito perfeito simples do indicativo é um tempo verbal usado para expor uma acção, um processo ou um estado num tempo passado acabado. Trata-se sempre, nestes casos, de uma palavra só, pois corresponde apenas a uma forma verbal (ex.: tu compraste [alguma coisa]; tu comoveste [alguém]). Do ponto de vista da pronúncia, estas formas verbais têm sempre o acento tónico da palavra na penúltima sílaba (ex.: compraste, comoveste). A construção de uma frase negativa não altera a grafia desta forma (ex.: Tu nunca compraste o jornal; tu não comoveste a audiência).

2) A forma da segunda pessoa do singular do presente do indicativo seguida do pronome pessoal reflexo te corresponde sempre a duas palavras, um verbo no presente do indicativo e um pronome pessoal da segunda pessoa, que indica que a acção recai sobre o sujeito (ex.: tu compras-te [para ti próprio] muitas prendas; tu comoves-te [a ti próprio]). Do ponto de vista da pronúncia, a forma verbal tem sempre o acento tónico na penúltima sílaba (ex.: compras, comoves), mas como há um pronome pessoal átono a seguir, é como se a construção verbo+pronome fosse uma palavra só, acentuada sempre na antepenúltima sílaba (ex.: compras-te, comoves-te). A construção de uma frase negativa altera a grafia desta forma, pois o advérbio de negação atrai o pronome para posição pré-verbal (ex.: Tu não te compras muitas prendas; tu nunca te comoves).

pub

Palavra do dia

o·lho·-de·-boi |ôlhu| o·lho·-de·-boi |ôlhu|
substantivo masculino

1. Abertura, geralmente redonda ou oval, no tecto ou na parede de um edifício, para deixar entrar a luz. = CLARABÓIA

2. Janela circular ou ovalada. = ÓCULO

3. [Portugal]   [Portugal]   [Botânica]   [Botânica]  Designação comum a várias plantas da família das compostas. = PAMPILHO

4. [Portugal: Madeira]   [Portugal: Madeira]  Lanterna portátil.

5. [Brasil]   [Brasil]  Selo postal impresso pelo Governo Imperial brasileiro entre 1843 e 1844, com valores gravados de 30, 60 e 90 réis.

6. [Brasil]   [Brasil]   [Botânica]   [Botânica]  Árvore (Talisia esculenta) da família das sapindáceas, de folhas perenes e alternas, flores brancas dispostas em panícula, frutos drupáceos dispostos em cachos, nativa da América do Sul. = PITOMBEIRA

7. [Brasil]   [Brasil]   [Botânica]   [Botânica]  Planta trepadeira (Dioclea violacea), da família das leguminosas, de flores purpúreas e vagens com sementes grandes. = CORONHA, MUCUNÃ

8. Semente dessa planta, usada como amuleto.

Plural: olhos-de-boi |ólhus|.Plural: olhos-de-boi |ólhus|.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/deriva [consultado em 24-09-2018]