PT
BR
Pesquisar
Definições



danado

A forma danadopode ser [masculino singular particípio passado de danardanar], [adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
danadodanado
( da·na·do

da·na·do

)


adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino

1. [Religião] [Religião] Que ou quem foi condenado ao inferno (ex.: almas danadas; as penas dos danados). = MALDITO

2. [Informal] [Informal] Que ou o que sofre de raiva (ex.: cães danados; curador dos danados). = HIDRÓFOBO, RAIVOSO

3. Que ou o que tem má índole. = MALDITO, MALÉVOLO, MAU, RUIM

4. Que ou quem faz travessuras.

5. [Informal] [Informal] Que ou o que é esperto, hábil. = MALANDRO

6. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Que ou o que é corajoso, destemido. = VALENTÃO


adjectivoadjetivo

7. [Informal] [Informal] Que sente irritação, indignação (ex.: fiquei tão danada que fui falar com o gerente). = CHATEADO, FULO, FURIOSO, IRRITADO, LIXADO, ZANGADO

8. [Informal] [Informal] Que foi danificado, estragado.

9. [Informal] [Informal] Que é muito grande (ex.: o jantar deu uma trabalheira danada). = ENORME, IMENSO

10. Que tem grande disposição para ou muita vontade de (ex.: agora fiquei danado por uma cerveja gelada; ele é danado para a vigarice).


danado de

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Muito (ex.: lugar danado de lindo).

etimologiaOrigem etimológica:latim damnatus, -a, -um, condenado.
danardanar
( da·nar

da·nar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Danificar, perverter, estragar.

2. Tornar hidrófobo.

3. [Pouco usado] [Pouco usado] Condenar ao inferno.


verbo transitivo e pronominal

4. [Figurado] [Figurado] Deixar ou ficar irritado ou zangado. = IRRITAR, ZANGAR


verbo pronominal

5. [Brasil] [Brasil] Ir-se embora.

6. [Brasil] [Brasil] Ir para. = DIRIGIR-SE


verbo auxiliar

7. [Brasil] [Brasil] Começar a.


dane-se

[Informal] [Informal] O mesmo que que se dane.

danou-se

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Expressão usada para indicar que algo correu mal ou que não tem solução.

[Brasil: Nordeste, Popular] [Brasil: Nordeste, Popular] Exprime espanto ou surpresa.

e danou-se

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Usa-se para indicar quantidade ou número indeterminado que excede um número redondo. = E LÁ VAI FUMAÇA, E LÁ VAI PEDRA

que se dane

[Informal] [Informal] Interjeição designativa de admiração, surpresa, indignação, desagrado, indiferença, raiva, etc.

etimologiaOrigem etimológica:latim damno, -are, danificar, condenar, censurar, julgar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "danado" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a abreviatura da palavra tonelada (tonelada métrica)?
A tonelada métrica é uma unidade de medida de massa, que se representa pelo símbolo t, e equivale a mil quilogramas (1 t = 1000 kg).



Gostaria de saber qual destas frases está correcta e porquê: a) Se eu fosse rico, ofereceria-lhe... b) Se eu fosse rico, oferecer-lhe-ia...
Quando utiliza um pronome clítico (ex.: o, lo, me, nos) com um verbo no futuro do indicativo (ex. oferecer-lhe-ei) ou no condicional, também chamado futuro do pretérito, (ex.: oferecer-lhe-ia), deverá fazer a mesóclise, isto é, colocar o pronome clítico entre o radical do verbo (ex.: oferecer) e a terminação que indica o tempo verbal e a pessoa gramatical (ex.: -ei ou -ia). Assim sendo, a frase correcta será Se eu fosse rico, oferecer-lhe-ia...

Esta colocação dos pronomes clíticos é aparentemente estranha em relação aos outros tempos verbais, mas deriva de uma evolução histórica na língua portuguesa a partir do latim vulgar. As formas do futuro do indicativo (ex.: oferecerei) derivam de um tempo verbal composto do infinitivo do verbo principal (ex.: oferecer) seguido de uma forma do presente do verbo haver (ex.: hei), o que corresponderia hipoteticamente, no exemplo em análise, a oferecer hei. Se houvesse necessidade de inserir um pronome, ele seria inserido a seguir ao verbo principal (ex.: oferecer lhe hei). Com as formas do condicional (ex. ofereceria), o caso é semelhante, com o verbo principal (ex.: oferecer) seguido de uma forma do imperfeito do verbo haver (ex.: hia < havia), o que corresponderia hipoteticamente, no exemplo em análise, a oferecer hia e, com pronome, a oferecer lhe hia.

É de notar que a reflexão acima não se aplica se houver alguma palavra ou partícula que provoque a próclise do clítico, isto é, a sua colocação antes do verbo (ex.: Jamais lhe ofereceria flores. Sei que lhe ofereceria flores).