PT
BR
Pesquisar
Definições



corretor

A forma corretorpode ser[adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
correctorcorretorcorretor
|ètô| |ètô| |ô|
( cor·rec·tor cor·re·tor

cor·re·tor

)


adjectivoadjetivo

1. Que corrige.


nome masculino

2. Pessoa que revê e corrige provas tipográficas. = REVISOR

3. [Informática] [Informática] Programa informático que possibilita a revisão e correcção de erros ortográficos e sintácticos de um texto em formato digital.

4. Líquido ou fita, geralmente usado na correcção de erros, que se aplica sobre texto escrito e sobre o qual se pode escrever novamente.

5. [Cosmetologia] [Cosmetologia] Produto cosmético que se aplica para disfarçar pequenas imperfeições da pele.

etimologiaOrigem etimológica:latim corrector, -oris, que corrige, censor.
Confrontar: corretor.
sinonimo ou antonimo Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: corretor.
sinonimo ou antonimo Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: corrector.
grafiaGrafia no Brasil:corretor.
grafiaGrafia em Portugal:corrector.
corretorcorretor
|ô| |ô|
( cor·re·tor

cor·re·tor

)


nome masculino

1. [Economia] [Economia] Intermediário em compras e vendas, especialmente de acções na bolsa, mediante percentagem.

2. Pessoa ou empresa que promove negócios alheios (ex.: corretor de apostas, corretor de seguros, corretor imobiliário). = AGENTE

3. Inculcador.

4. Peça em que gira a roda do moinho de vento.

5. [Depreciativo] [Depreciativo] Alcoviteiro.

etimologiaOrigem etimológica:provençal corratier, intermediário.
Confrontar: corrector.

Auxiliares de tradução

Traduzir "corretor" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se escrever ou dizer o termo deve de ser é correcto? Eu penso que não é correcto, uma vez que neste caso deverá dizer-se ou escrever deverá ser... Vejo muitas pessoas a usarem este tipo de linguagem no seu dia-a-dia e penso que isto seja uma espécie de calão, mas já com grande influência no vocabulário dos portugueses em geral.
Na questão que nos coloca, o verbo dever comporta-se como um verbo modal, pois serve para exprimir necessidade ou obrigação, e como verbo semiauxiliar, pois corresponde apenas a alguns dos critérios de auxiliaridade geralmente atribuídos a verbos auxiliares puros como o ser ou o estar (sobre estes critérios, poderá consultar a Gramática da Língua Portuguesa, de Maria Helena Mira Mateus, Ana Maria Brito, Inês Duarte e Isabel Hub Faria, pp. 303-305). Neste contexto, o verbo dever pode ser utilizado com ou sem preposição antes do verbo principal (ex.: ele deve ser rico = ele deve de ser rico). Há ainda autores (como Francisco Fernandes, no Dicionário de Verbos e Regimes, p. 240, ou Evanildo Bechara, na sua Moderna Gramática Portuguesa, p. 232) que consideram existir uma ligeira diferença semântica entre as construções com e sem a preposição, exprimindo as primeiras uma maior precisão (ex.: deve haver muita gente na praia) e as segundas apenas uma probabilidade (ex.: deve de haver muita gente na praia). O uso actual não leva em conta esta distinção, dando preferência à estrutura que prescinde da preposição (dever + infinitivo).



Quero usar Mundo Afora como nome de uma agência de viagens e intercâmbio. Nesse caso, afora tem sentido de exclusão? Esse nome será um erro?
Não há qualquer motivo para considerar errada a designação mundo afora. A palavra afora tem o significado ‘para fora ou pelo exterior’ (ex.: atirou a roupa pela janela afora) ou ‘através de uma extensão ou duração’ (ex.: decidiu viajar pelo mundo afora; pela vida afora conheceu muitos países). Afora só terá sentido de exclusão, sendo sinónimo de excepto, quando usado como preposição (ex.: não convidou ninguém para a festa afora os familiares).