Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
contingentecontingente | adj. 2 g. | s. m.
1ª pess. sing. pres. conj. de contingentarcontingentar
3ª pess. sing. imp. de contingentarcontingentar
3ª pess. sing. pres. conj. de contingentarcontingentar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

con·tin·gen·te con·tin·gen·te
(latim contingens, -entis, particípio presente de contingo, -ere, tocar, atingir, chegar a, ser vizinho de, encontrar, achar, acontecer)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que pode ou não existir ou acontecer. = EVENTUAL, INCERTO

2. Que acontece por acaso ou por acidente. = ACIDENTAL, CASUAL, FORTUITO

3. Que, entre vários, compete a cada um.

4. Diz-se de plano pensado para substituir outro na ocorrência de eventualidades.

substantivo masculino

5. A parte que cabe a cada um numa distribuição. = QUINHÃO, QUOTA-PARTE

6. Determinação quantitativa.

7. Destacamento de militares para o desempenho de uma missão ou para a realização de determinada tarefa.

8. Grupo de militares que se destacam para um serviço.

9. Quantidade máxima de pessoas ou de objectos.


con·tin·gen·tar con·tin·gen·tar - ConjugarConjugar
(contingente + -ar)
verbo transitivo

1. Fixar contingentes para as mercadorias. = CONTINGENCIAR

2. Estabelecer limitações. = CONTINGENCIAR, LIMITAR

3. Criar contingentes.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "contingente" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual das frases está correcta? Situação A: 1) Devo-lhes dizer que a comida está saborosa. 2) Devo dizer-lhes que a comida está saborosa. Situação B: 1) Está-se a pensar naquilo (de) que mais gostaram de fazer. 2) Está a pensar-se naquilo (de) que mais gostaram de fazer. Coloca-se (de) ou não na frase? Diz-se Está-se a pensar... ou Está a pensar-se...
A dúvida menciona dois tópicos diferentes.
O primeiro relaciona-se com a colocação dos clíticos, pronomes pessoais de uma só sílaba (como o, a, me, nos, lhe, se, etc.), que não têm acentuação própria e por isso dependem do acento da palavra que está imediatamente antes ou depois (normalmente um verbo). Sobre esta questão aconselhamos a leitura da dúvida posição dos clíticos, para uma introdução mais geral ao tema tratado. Para uma resposta mais específica à dúvida, aconselhamos a leitura de outras dúvidas já respondidas sobre o mesmo assunto: sobre a situação A, pode ser consultada a dúvida posição dos clíticos com o verbo dever como auxiliar e respectiva remissão para posição dos clíticos em locuções verbais, a qual poderá também ser consultada para a dúvida relativa à situação B.

O segundo tópico abrange a estrutura argumental do verbo gostar. Este verbo constrói-se habitualmente com a preposição de (ex.: Gosta de chocolate; Gostaram de ir ao cinema), mas é muito usual esta preposição ser elidida quando o complemento do verbo é uma oração introduzida por uma conjunção completiva (ex.: Ele não gosta [de] que façam barulho; O carro [de] que gostamos é muito caro). Este fenómeno, comum a outros verbos (ex.: Convenceu a mãe [de] que precisava de dinheiro), não é de aceitação generalizada, pelo que, em registos formais ou cuidados, deverá ser evitado (ex. Ele não gosta de que façam barulho; O carro de que gostamos é muito caro).




Pode explicar-me por que é que na frase - Quico, não faças isso, que me estragas a consola! a forma verbal faças está incorrecta?
O imperativo negativo da segunda pessoa do singular e do plural constrói-se, em português, com o presente do conjuntivo antecedido pela partícula de negação (ex.: mostra-me o que tens nas mãos/nunca me mostres o que tens nas mãos; saí daí/não saiais daí). Assim, a flexão faças (segunda pessoa do singular do presente do conjuntivo e segunda pessoa do singular do imperativo negativo do verbo fazer) está correctamente empregue na frase que refere.
pub

Palavra do dia

pe·ral·vi·lhar pe·ral·vi·lhar
(peralvilho + -ar)
verbo intransitivo

Ter modos afectados ou pretensiosos na maneira de trajar, de andar e de se comportar; ser peralvilho.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/contingente [consultado em 09-12-2018]