Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cará-de-pele-branca

cará-de-pele-brancacará-de-pele-branca | n.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cará-de-pele-branca cará-de-pele-branca


nome

(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

do “Serras” da Estação O Sr. Serras era um homem muito grande, encorpado, calvo, de barba branca , a quem a terra sempre ficou muito a dever, embora nunca lho tenha agradecido em vida, lamento-o; por ter sido uma das figuras principais na criação da associação “A Anta”, que ainda hoje presta serviços

Em Vendo o Mundo de binóculos, do alto de Marvão

chamassem Tio ou Pai Não percebo é o lixo pelo chão O cansaço chamado despejo O ires-t’embora-&-nem-um-beijo Me molhe a cara de tua feição Onde (antes disto dos híbridos ), onde? Digo: onde antes disto-híbrido mudar-o-óleo? Digo: Ganho um dia ou perco a noite? Que horas são as gastas em tribunal? Qual é, se

Em daniel abrunheiro

com o piloto automático e estavam brincando com um botão verde. "Este botão verde?" um dos sequestradores pergunta ao outro em árabe. Outro sequestrador respondeu: "Sim, é esse mesmo." Às 09h41m56s, o homem ferido, em tom de gemido, disse: "Ai, cara !". Enquanto o homem continuava gemendo, os

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

quero mais champanhe, uma água mineral, se não se importa, peço ao barman. Ah, não nos sentimos bem? diz uma voz trocista atrás de mim, viro-me e deparo-me com uns olhos verdes brilhantes que me fitam atentamente. O cabelo é preto e comprido, a pele da cara é muito branca , o corpo é esguio, parece ser

Em MINHA P

logo estaria fazendo sua descida. Lloyd podia ver as luzes de Boston aparecendo pela janela. Quando ele olhou para a esquerda, porém, viu algo bizarro. Sandy, a aeromoça, caminhava em direção à cabine do piloto, seguida de perto por um cara jovem e magro com costeletas grossas e cabelo castanho

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Gostaria de tirar uma dúvida muito importante. Em call centers de telemarketing utilizamos a palavra absenteísmo para pessoas que faltam no trabalho, porém verifiquei no site que a definição dessa palavra é para ausência do voto e que para falta ou ausência de alguma pessoa se utiliza absentismo. Onde está o erro?? Será que todos call centers erraram??
De acordo com o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e com o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, os vocábulos absenteísmo e absentismo, provenientes do inglês absenteeism, pelo francês absentéisme, são sinónimos em qualquer acepção, inclusive na acepção “ausência do local de trabalho”, apesar de a forma absenteísmo ser mais usada no Brasil e considerada não preferencial pelo Dicionário Houaiss.
pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/car%C3%A1-de-pele-branca [consultado em 20-01-2022]