Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

cache

cachecache | n. f.
cachêcachê | n. m.
cachécaché | n. m.
3ª pess. sing. pres. ind. de cachircachir
2ª pess. sing. imp. de cachircachir
Será que queria dizer cachê?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·che |cáche|ca·che |cáche|


(inglês cache)
nome feminino

[Informática]   [Informática]  Área da memória de um computador onde é armazenada informação em relação à qual se pretende um acesso mais rápido.

Confrontar: cash.

ca·chê ca·chê


(francês cachet)
nome masculino

1. Salário pago por dia aos figurantes e extras de um filme, no cinema, na tarefa de representação, no teatro e televisão, e de locução, na rádio.

2. Pagamento a uma pessoa ou grupo de pessoas, geralmente artistas, que se apresentam em público.

3. Qualidade que distingue alguma coisa (ex.: esta casa tem cachê). = CHARME


SinónimoSinônimo Geral: CACHÉ


ca·ché ca·ché


(francês cachet)
nome masculino

O mesmo que cachê.


ca·chir ca·chir

- ConjugarConjugar

(do crioulo de Cabo Verde, do inglês [to] catch)
verbo transitivo

[Cabo Verde]   [Cabo Verde]  Agarrar, apanhar, capturar.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se alguma das seguintes frases está incorrecta: 1. O carro podê-lo-ia ter atropelado; 2. O carro poderia tê-lo atropelado.
Por favor, consulte uma dúvida muito semelhante em mesóclise e verbos auxiliares. Especificamente sobre este exemplo, deve dizer-se que o pronome pessoal átono (ou clítico) o é normalmente colocado em posição enclítica (isto é, depois do verbo) relativamente ao verbo principal (ex.: poderia atropelá-lo), do qual depende semanticamente. No caso da frase em análise, trata-se de um tempo composto, construído com o verbo auxiliar ter e o particípio passado do verbo atropelar, pelo que o pronome é colocado em posição enclítica relativamente ao verbo auxiliar (ex.: poderia tê-lo atropelado).
Esta é a posição mais consensual e menos polémica, mas há verbos, como poder, cujo comportamento se aproxima do de um verbo auxiliar e esse comportamento torna aceitável a posição enclítica relativamente a este verbo. Se se tratar do modo condicional ou do futuro do indicativo, o pronome terá de ser mesoclítico, isto é, deverá ocorrer no meio da forma verbal (ex.: podê-lo-ia atropelar, podê-lo-á atropelar). Se houver outro verbo auxiliar na locução verbal, como na frase em apreço, a mesóclise no verbo poder é também possível, embora de aceitação menos generalizada (ex.: podê-lo-ia ter atropelado).

Adicionalmente, e porque os clíticos correspondem a uma questão complexa, poderá pesquisar, na caixa de pesquisa das dúvidas linguísticas, o tópico clíticos ou o tópico pronomes.




Gostaria de esclarecer algumas dúvidas relacionadas à ortografia dos vocábulos tecno-social e socioideológico. Além disso, gostaria de consultá-los sobre a ortografia de trouxada ("Ia eu, em rapazola, e mais outro, levando uma vaca caracu, trouxada e afrontada...") e iapa ("Às vezes, é o descuidado cavaleiro que já vai todo tranqüilo assobiando, quando a iapa do velho toca uma caixa de marimbondos que ferram o danado do cavalo, que dana a pular e larga o cabra na poeira.").
Estes exemplos foram tirados de dois contos regionalistas e não encontro registro dessas palavras em nenhum dicionário.
Deverá escrever tecnossocial e socioideológico, uma vez que os elementos de formação tecno- e socio- se aglutinam sempre ao elemento posterior, obrigando à duplicação do r e do s quando apostos a palavras iniciadas por essas letras.

Trouxada é provavelmente um colectivo de trouxa, pois o sufixo –ada liga-se frequentemente a outras palavras para designar a noção de conjunto.

Apesar de se encontrar no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras, a palavra iapa não tem registo em nenhum dos dicionários de língua portuguesa que consultámos, pelo que não conseguimos saber o seu significado. Pelo contexto da frase, podemos aventurar-nos e colocar a hipótese de se tratar de uma cajado ou de uma espécie de bastão, mas não podemos ter a certeza.

pub

Palavra do dia

zur·va·da zur·va·da


(origem obscura)
nome feminino

[Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Forte aguaceiro. = BÁTEGA, CHUVADA, ZERBADA, ZURBADA, ZURVANADA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cache [consultado em 26-02-2021]