Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

brechó

brechóbrechó | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bre·chó bre·chó


(Belchior, antropónimo)
nome masculino

1. [Brasil]   [Brasil]  Pessoa que vende roupa ou outros objectos usados. = ADELO

2. [Brasil]   [Brasil]  Pessoa que vende livros usados. = ALFARRABISTA, SEBISTA

3. [Brasil]   [Brasil]  Estabelecimento onde se vende roupa, livros ou outros objectos usados. = ADELO

4. [Brasil]   [Brasil]  Livraria onde se vendem livros usados. = ALFARRABISTA, SEBO


SinónimoSinônimo Geral: BELCHIOR

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Aquele que abriu um brechó , tem talento para fazer docinhos, decoração..

Em Caderno B

Programação do projeto Reciclão e Criação, coordenado pela voluntária da causa animal Fátima Juçara, ocorre durante todo o sábado na Flores da Cunha, 547. A renda arrecadada com as peças vendidas, a preços simbólicos, é utilizada para auxiliar em resgastes de animais abandonados e feridos e também para construir uma estrutura…

Em www.rafaelnemitz.com

...em comércio eletrônico Sequoia fez sua estreia na B3, semanas antes da chegada do brechó online Enjoei também se listar na bolsa paulista..

Em Caderno B

O site possui artigos e matérias sobre animais e, nesse link, eventos como brechó e eventos de adoção

Em Adote, Não Compre!

Brechó , Meia – Noite e Fantasia Dos onze contos do livro de Sacolinha, em...

Em blog.ferrezescritor.com.br
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Será o, já há tanto tempo usado, termo acutilância um estrangeirismo ou um neologismo, à espera de passar todos os crivos da linguística, para entrar nos dicionários? A palavra é de uso corrente, e de significado bem definido, mas não a encontrei em nenhum dicionário. Estranho. Mas eu não sou um linguista. E aguardo a explicação dum entendido.
As palavras acutilância e acutilante não são estrangeirismos, pois formam-se através de regras morfológicas do português, utilizando dois sufixos produtivos: o adjectivo acutilante, que significa "perfurante, incisivo", resulta então da aposição do sufixo -ante ao verbo acutilar e o substantivo acutilância, que significa "qualidade do que é acutilante", resulta da aposição do sufixo -ância ao mesmo verbo. Este verbo, por sua vez, é também formado no português, derivando de cutelo.
pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/brech%C3%B3 [consultado em 20-01-2022]