Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

bola

bolabola | n. f.
bolabola | n. f. | n. f. pl. | interj.
3ª pess. sing. pres. ind. de bolarbolar
2ª pess. sing. imp. de bolarbolar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bo·la |ô|bo·la |ô|2


(alteração de bolo)
nome feminino

1. Pão pequeno, redondo e chato.

2. Bolo ou pão feito geralmente com carnes (ex.: bola de chouriço).Ver imagem

3. Queijo grande e fresco de leite de ovelha.

4. [Informal]   [Informal]  O mesmo que palmatoada.

Confrontar: bula.

bo·la |ó|bo·la |ó|1


(latim bulla, -ae, bolha de ar)
nome feminino

1. Objecto redondo ou oval, geralmente feito de borracha, couro ou material semelhante, cheio de ar, com que se podem praticar vários desportos como andebol, basquetebol, futebol, hóquei, râguebi, etc. (o seu tamanho depende da modalidade a que se destina).Ver imagem

2. Qualquer objecto de formato arredondado.Ver imagem

3. [Farmácia]   [Farmácia]  Pílula de grande tamanho, geralmente de consistência pastosa. = BOLO, BÓLUS

4. [Informal]   [Informal]  Jogo de futebol (ex.: foram ver a bola no café).

5. [Informal]   [Informal]  Cabeça; juízo.

6. [Informal]   [Informal]  Pessoa baixa e gorda.

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Dinheiro que se oferece a alguém em troca de favor ou negócio lucrativo, geralmente ilícito. = SUBORNO


bolas
nome feminino plural

8. Rodelas combustíveis feitas com cisco de carvão.

9. [Informal]   [Informal]  Testículos.

10. [Brasil]   [Brasil]  Espécie de laço.

11. [Brasil]   [Brasil]   [Zoologia]   [Zoologia]  Tatu.

interjeição

12. Exprime enfado, irritação, impaciência ou desagrado (ex.: bolas, já não cheguei a tempo).


bola da vez
[Brasil]   [Brasil]   [Jogos]   [Jogos]  Bola que deve ser metida no buraco, em jogos de bilhar e afins.

bola de capão
[Informal]   [Informal]  Bola de couro, geralmente por oposição a bolas improvisadas, feitas geralmente de trapos.

bola de cristal
Esfera de vidro ou cristal, usada alegadamente para fazer previsões.

bola de gude
[Brasil]   [Brasil]  Pequena esfera usada no jogo do berlinde. = BERLINDE

bola de neve
Aquilo que aumenta progressivamente.

bola suíça
Bola insuflável de borracha, de grandes dimensões, usada em exercícios físicos e fisioterapia.Ver imagem

jogo da bola
Certo jogo em que se derrubam paulitos com bolas grandes de pau.

não ir à bola com
Não gostar de; implicar com.

picar a bola
Impelir a bola com o taco.

Dar um toque na bola de forma a provocar um efeito especial.

Confrontar: bula.

bo·lar bo·lar 1


(bola + -ar)
verbo transitivo

1. Acertar (no alvo) com a bola. = SERVIR

2. Atingir com bola.

3. Dar a forma de bola a. = ABOLAR, BOLEAR

4. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Conceber, inventar (ex.: bolei um plano fantástico).

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Compreender, entender (ex.: você bolou alguma coisa do que ela escreveu?).

verbo intransitivo

6. [Desporto]   [Esporte]  Lançar a bola em jogo.

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Ter sucesso ou lucro; ser bem-sucedido. = ACERTAR


bo·lar bo·lar 2


(bolo + -ar)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

Diz-se da terra argilosa, também chamada bolo-arménio.

pub

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...começou o jogo hesitante, com erros bobos, principalmente em tentativas de Evandro de segundo bola ..

Em Caderno B

No entanto, o jornal A Bola garante que o jogador nunca foi um alvo do leão..

Em Fora-de-jogo

...carioca se aproveitou de um erro de passe de Cantillo para Roni, roubou a bola , e contou com uma finalização precisa de Everton Ribeiro, de fora da área,...

Em Caderno B

Segundo o jornal A Bola apurou junto de fonte próxima do avançado esloveno, há vontade do atacante em mudar-se...

Em Fora-de-jogo

partida, aos 118 minutos, num lance de bola parada, quando parecia que a final iria ser decidida no desempate por grandes penalidades..

Em Fora-de-jogo
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


O verbo intervir conjuga-se da mesma forma que o verbo vir? Sendo assim, qual é o seu particípio passado (caso tenha)?
O verbo intervir conjuga-se como o verbo vir, com a particularidade de se grafar com acento agudo na segunda e terceira pessoas do presente do indicativo (intervéns, intervém); esta particularidade é comum a todos os outros verbos derivados de vir ou do verbo latino venire (são os casos, por exemplo, de advir, avir, convir, desconvir, devir, provir, sobrevir). O particípio passado destes verbos também segue o paradigma de vir/vindo, sendo então intervindo o particípio passado de intervir (ex.: tinha intervindo brilhantemente no debate). Poderá esclarecer esta e outras dúvidas de conjugação seguindo a hiperligação para o verbo intervir no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e clicando em seguida na opção Conjugar que se encontra imediatamente acima da definição do verbo.



Devemos colocar um hífen a seguir a "não" em palavras como "não-governamental"? "Não governamental" é igual a "não-governamental"? O novo Acordo Ortográfico de 1990 muda alguma coisa?
A utilização e o comportamento de não- como elemento prefixal seguido de hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual e tem sido justificada por vários estudos sobre este assunto.

Este uso prefixal tem sido registado na tradição lexicográfica portuguesa e brasileira em dicionários e vocabulários em entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como virtualmente qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

O Acordo Ortográfico de 1990 não se pronuncia em nenhum momento sobre este elemento.

Em 2009, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras (ABL), sem qualquer explicação ou argumentação, decidiu excluir totalmente o uso do hífen neste caso, pelo que as ferramentas da Priberam para o português do Brasil reconhecerão apenas estas formas sem hífen. Sublinhe-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOLP e não da aplicação do Acordo Ortográfico.

Também sem qualquer explicação ou argumentação, os "Critérios de aplicação das normas ortográficas ao Vocabulário Ortográfico do Português"  [versão sem data ou número, consultada em 01-02-2011] do Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), e adoptado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 do governo português, aprovada em 9 de Dezembro de 2010 e publicada no Diário da República n.º 17, I Série, pág. 488, em tudo à semelhança do VOLP da ABL, afirmam excluir o uso do hífen nestes casos. A aplicar-se este critério, deve sublinhar-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOP e não da aplicação do Acordo Ortográfico. No entanto, a consulta das entradas do VOP [em 01-02-2011] permite encontrar formas como não-apoiado, não-eu, não-filho, o que implica o efectivo reconhecimento da produtividade deste elemento. Por este motivo, os correctores e o dicionário da Priberam para o português europeu reconhecerão formas com o elemento não- seguido de hífen (ex.: não-agressão, não-governamental). A este respeito, ver também os Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

ban·ga·la·fu·men·ga ban·ga·la·fu·men·ga


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil: Nordeste, Depreciativo]   [Brasil: Nordeste, Depreciativo]  Indivíduo sem valor, sem préstimo. = JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bola [consultado em 03-08-2021]