Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
boicoteboicote | s. m.
1ª pess. sing. pres. conj. de boicotarboicotar
3ª pess. sing. imp. de boicotarboicotar
3ª pess. sing. pres. conj. de boicotarboicotar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

boi·co·te |ôi| boi·co·te |ôi|
(inglês boycott, de [Charles C.] Boycott [proprietário irlandês que, no século XIX, viu os seus arrendatários recusarem trabalhar devido à sua severidade e exigências desmedidas])
nome masculino

1. Acto ou efeito de boicotar. = BOICOTAGEM

2. Cessação voluntária de todas as relações com um indivíduo, uma empresa ou uma nação. = BLOQUEIO


boi·co·tar boi·co·tar - ConjugarConjugar
(inglês [to] boycott, recusar-se a cooperar)
verbo transitivo

1. Recusar, como forma de protesto ou represália, qualquer colaboração ou relação.

2. Fazer guerra comercial (a determinados produtos).

3. Impedir a realização ou o desenvolvimento de algo.


SinónimoSinônimo Geral: BOICOTEAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "boicote" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber quando usamos a muito tempo e quando usamos há muito tempo.
Para exprimir o tempo decorrido, deverá usar sempre a construção com o verbo haver, isto é, há muito tempo. A expressão a muito tempo só é usada correctamente em contextos muito específicos em que a preposição a é seleccionada por outra palavra mas não há intenção de exprimir o tempo que já passou (ex.: Isso corresponde a muito tempo e não posso esperar; Dez dias para mim são equivalentes a muito tempo).



Qual o termo correcto: quotidiano ou cotidiano?
Tal como no caso de catorze/quatorze, não existe nenhuma diferença de significado entre quotidiano e cotidiano, apenas uma diferença de adequação ortográfica à realização fonética dessas palavras (a sílaba quo- de quotidiano pronuncia-se como a primeira sílaba de quórum e a sílaba co- de cotidiano pronuncia-se como a primeira sílaba de cola). Esta variação já existia no latim entre as formas quotidianus, -a, -um e cottidianus, -a, -um, de onde derivam quotidiano e cotidiano, respectivamente. Acresce o facto de quotidiano ser a forma mais usada em Portugal e cotidiano a mais usada no Brasil, como atestam pesquisas em motores de busca da Internet.

O mesmo fenómeno de variação está patente nos pares quociente/cociente, quota/cota, quota-parte/cota-parte ou quotizar/cotizar, por exemplo.

pub

Palavra do dia

bu·nho bu·nho
(latim vulgar *budinum, do latim buda, -ae, espécie de junco)
nome masculino

1. [Botânica]   [Botânica]  Planta herbácea (Schoenoplectus lacustris) da família das ciperáceas, encontrada em diversos locais húmidos ou pantanosos de Portugal Continental, cujos caules são usados no fabrico de esteiras, cestos e assentos de cadeiras. = BUINHO

2. [Botânica]   [Botânica]  Planta herbácea (Typha dominguensis), da família das tifáceas, vivaz e com rizomas subaquáticos, de caule simples usado no fabrico de esteiras, folhas lineares e planas, flores em forma de espiga cilíndrica e de cor castanha, que cresce junto a linhas de água. = TABUA

3. [Regionalismo]   [Regionalismo]  Espécie de brinquedo ou engenhoca feita por crianças. = BUNHEDO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/boicote [consultado em 24-10-2020]