PT
BR
Pesquisar
Definições



banguê

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
banguêbangüêbanguê
|güê| |güê| |güê|
( ban·guê

ban·güê

ban·guê

)


nome masculino

1. [Brasil] [Brasil] Liteira; padiola, esquife.

2. Ladrilho por onde, durante a fervura do açúcar, escorre a espuma que transborda das tachas.

3. Anoque.

4. Engenho de açúcar do sistema antigo.

5. Propriedade rural com canaviais.

etimologiaOrigem etimológica:origem controversa.
grafiaGrafia no Brasil:bangüê.
grafiaGrafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:banguê.
grafia Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: bangüê.
grafiaGrafia em Portugal:banguê.

Anagramas

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]




Qual é o certo: obrigado por seus 75 anos ou obrigado pelos seus 75 anos?
Ambas as expressões estão correctas do ponto de vista sintáctico. Apenas se diferenciam pela existência do artigo definido masculino o (neste caso, contraído com a preposição por), cujo uso antes de pronomes ou determinantes possessivos, como seu, teu, meu ou nosso, é mais frequente no português de Portugal do que no português do Brasil.