Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
arquitecturaarquiteturaarquitetura | s. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ar·qui·tec·tu·ra |tè| ar·qui·te·tu·ra |tè| ar·qui·te·tu·ra |tè|
(latim architectura, -ae)
substantivo feminino

1. Arte de projectar e construir edifícios.

2. Contextura.

3. [Figurado]   [Figurado]  Forma, estrutura.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: arquitetura.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: arquitectura.


• Grafia no Brasil: arquitetura.

• Grafia em Portugal: arquitectura.
pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se a palavra chofer existe na língua portuguesa.
Como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra chofer faz parte da língua portuguesa. Também já se encontra averbada em outras obras de referência como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001) e o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002).Trata-se do aportuguesamento do francês chauffeur e significa "condutor, motorista".



Deve-se dizer Estou convencido que ... ou Estou convencido de que ...?
A dúvida colocada diz respeito à regência do adjectivo convencido. Este adjectivo, tal como o verbo convencer, o substantivo convicção ou o adjectivo sinónimo convicto, todos com a mesma raiz etimológica, constrói-se com a preposição de (ex.: estou convencido/convicto da inocência do arguido, o advogado convenceu o júri da inocência do arguido, tenho a convicção da inocência do arguido).

Quando o complemento do adjectivo, do verbo ou do substantivo é uma oração subordinada completiva finita introduzida pela conjunção que, é frequente a elisão da preposição de (ex.: estou convencido/convicto [de] que o arguido é inocente, o advogado convenceu o júri [de] que o arguido é inocente, tenho a convicção [de] que o arguido é inocente).

Não sendo este um fenómeno exclusivo destas palavras (poderá, por exemplo, ocorrer com palavras como certeza, certificar, esquecer-se ou gostar, entre outras), deve, no entanto, ser evitado em registos formais ou cuidados, pois o seu uso não é consensual. Apesar disto, alguns destes contextos já surgem registados em alguns dicionários recentes, sobretudo relativamente ao verbo gostar.

pub

Palavra do dia

ci·fo·nis·mo ci·fo·nis·mo
(grego kufônismós, tipo de castigo ou tortura feito com a canga da charrua)
substantivo masculino

Suplício que consistia em untar com mel o condenado e expô-lo às moscas amarrado a um pelourinho.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/arquitetura [consultado em 26-06-2019]