Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Rufe

1ª pess. sing. pres. conj. de rufarrufar
3ª pess. sing. imp. de rufarrufar
3ª pess. sing. pres. conj. de rufarrufar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ru·far ru·far 1

- ConjugarConjugar

(rufo, toque de tambor + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

Tocar rufos (ex.: rufar o tambor; os tambores rufavam na rua).


ru·far ru·far 2

- ConjugarConjugar

(rufo, prega, chapa + -ar)
verbo transitivo

1. Dar forma de rufo a.

2. Fazer rufos ou pregas em.

3. [Construção]   [Construção]  Colocar chapas metálicas, geralmente dobradas, para prevenir a entrada de água da chuva em telhados ou paredes; colocar rufos em (ex.: rufar uma claraboia).

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...Perfectly Toned Body In A Bmw 318d Owners Manual Vogelstimmen Erkennen Cd Gesange Und Rufe Von 75 Heimischen Wiring Harness Bmw 2000 Yzf 250 Yamaha Ca Meudelivery Net Br...

Em Luiz Martins

Nele estava inscrita uma frase pacificadora: ‘Ich rufe die Jugend der Welt’ - Chamo os jovens do mundo..

Em O INDEFECTÍVEL

...Bachkirche Arnstadt | 16 August 2015 Johann Sebastian Bach: Kantate cantata Aus der Tiefen rufe ich, Herr, zu Dir BWV 131 Julia Sophie Wagner – Sopran soprano Lidia Vinyes...

Em DE ÓPERA E CONCERTOS

, 6242 Rufe Snow Dr, TX 76180..

Em confituasul.blogs.sapo.pt

...ich also finanzielle Fragen habe, dann gehe ich immer sofort zu meinem Steuerberater oder rufe auch kurz durch..

Em meinelieblingsbeschaeftigungen.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas

O documento solicitado não foi encontrado.




A minha dúvida é relativa ao novo Acordo Ortográfico: gostava que me esclarecessem porque é que "lusodescendente" escreve-se sem hífen e "luso-brasileiro", "luso-americano" escreve-se com hífen. É que é um pouco difícil de se compreender, e já me informei com algumas pessoas que não me souberam dizer o porquê de ser assim. Espero uma resposta de vossa parte com a maior brevidade possível.
Não há no texto legal do Acordo Ortográfico de 1990 uma diferença clara entre as palavras que devem seguir o disposto na Base XV e o disposto na Base XVI. Em casos como euroafricano/euro-africano, indoeuropeu/indo-europeu ou lusobrasileiro/luso-brasileiro (e em outros análogos), poderá argumentar-se que se trata de "palavras compostas por justaposição que não contêm formas de ligação e cujos elementos, de natureza nominal, adjetival, numeral ou verbal, constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio, podendo dar-se o caso de o primeiro elemento estar reduzido" (Base XV) para justificar o uso do hífen. Por outro lado, poderá argumentar-se que não se justifica o uso do hífen uma vez que se trata de "formações com prefixos (como, por exemplo: ante-, anti-, circum-, co-, contra-, entre-, extra-, hiper-, infra-, intra-, pós-, pré-, pró-, sobre-, sub-, super-, supra-, ultra-, etc.) e de formações por recomposição, isto é, com elementos não autónomos ou falsos prefixos, de origem grega e latina (tais como: aero-, agro-, arqui-, auto-, bio-, eletro-, geo-, hidro-, inter-, macro-, maxi-, micro-, mini-, multi-, neo-, pan-, pluri-, proto-, pseudo-, retro-, semi-, tele-, etc.)" (Base XVI).

Nestes casos, e porque afro-asiático, afro-luso-brasileiro e luso-brasileiro surgem no texto legal como exemplos da Base XV, a Priberam aplicou a Base XV, considerando que "constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio, podendo dar-se o caso de o primeiro elemento estar reduzido". Trata-se de uma estrutura morfológica de coordenação, que estabelece uma relação de equivalência entre dois elementos (ex.: luso-brasileiro = lusitano e brasileiro; sino-japonês = chinês e japonês).

São, no entanto, excepção os casos em que o primeiro elemento não é uma unidade sintagmática e semântica e se liga a outro elemento análogo, não podendo tratar-se de justaposição (ex.: lusófono), ou quando o primeiro elemento parece modificar o valor semântico do segundo elemento, numa estrutura morfológica de subordinação ou de modificação, que equivale a uma hierarquização dos elementos (ex.:  eurodeputado = deputado [que pertence ao parlamento europeu]; lusodescendente = descendente [que provém de lusitanos]).

É necessário referir ainda que o uso ou não do hífen nestes casos não é uma questão nova na língua portuguesa e já se colocava antes da aplicação do Acordo Ortográfico de 1990. Em diversos dicionários e vocabulários anteriores à aplicação do Acordo Ortográfico de 1990 já havia práticas ortográficas que distinguiam, tanto em Portugal como no Brasil, o uso do hífen entre euro-africano (sistematicamente com hífen) e eurodeputado (sistematicamente sem hífen).

pub

Palavra do dia

en·xó en·xó


(latim asciola, -ae, diminutivo de ascia, -ae, enxada)
nome feminino no português de Portugal / nome masculino no português do Brasil

[Carpintaria]   [Carpintaria]  Instrumento para desbastar tábuas ou pequenas peças de madeira.

Confrontar: enchó.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Rufe [consultado em 05-07-2022]