PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

vasilhame

Diz-se do vasilhame disposto em canteiros....


vinário | adj.

Próprio para conter vinho (ex.: vasilhame vinário)....


retornável | adj. 2 g.

Que se pode devolver para reutilização (ex.: garrafas retornáveis; tara retornável; vasilhame retornável)....


aduelagem | n. f.

Operação que consiste em encurvar as tábuas ao lume, para as aplicar ao vasilhame....


recipiente | n. m. | adj. 2 g.

Vaso em que se recebe qualquer líquido ou gás....


vasilha | n. f.

Qualquer vaso para líquidos....


vasilhame | n. m.

Porção de vasilhas ou recipientes....


-ame | suf.

Indica conjunto ou quantidade (ex.: pelame; vasilhame)....


enxofrar | v. tr. | v. pron.

Queimar enxofre dentro do vasilhame do vinho....



Dúvidas linguísticas



Uma vez, conversando com uma pessoa que eu não conheço na Internet, ele me disse a seguinte frase: "... não faça pré-concepções prematuras". Ele quis dizer para eu não criar uma imagem dele sem conhecê-lo. Achei isso um pleonasmo. Ele disse que não, pois indica que eu fiz uma concepção antecipada e fora do tempo. Mesmo sendo estranho a pronúncia ele estava certo?
Uma pré-concepção (ou preconceito) é um conceito criado previamente ou sem fazer um exame. No entanto, isto não quer dizer que seja necessariamente prematuro, pois este adjectivo indica que foi feito antes do tempo próprio (se se entender que pode haver um tempo próprio para fazer preconcepções). Apesar de a expressão "preconcepção prematura" poder parecer pleonástica, não o é necessariamente.



Qual a forma verbal correcta nestas duas frases: "Trata-se ou Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem"?
A frase correcta é Trata-se de pessoas que não sabem o que fazem.

Neste exemplo, o verbo tratar tem um sentido próximo de “ser”, sendo indissociável do clítico se e da preposição de. A construção tratar-se de funciona como um verbo impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular, dado que é usada em frases sem sujeito. A frase *Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem é agramatical (como indica o asterisco) porque o sintagma pessoas que não sabem o que fazem, com o qual o verbo concorda, é erradamente considerado o sujeito da frase.

A construção acima descrita não deve ser confundida com o predicado verbal da frase Eles tratam-se da doença numa clínica suíça. Neste caso, o verbo tratar é usado na acepção de “curar” e concorda com o sujeito da frase (Eles).


Ver todas