PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

romanista

papista | adj. 2 g. n. 2 g. | n. m.

Que ou quem é partidário da supremacia do papa....


romanismo | n. m.

Opinião especial ou parecer de um romanista....


romanólogo | n. m.

Pessoa especialista em filologia românica....


romanista | adj. 2 g. | adj. 2 g. n. 2 g.

Que é relativo a romanismo (ex.: tradição romanista)....



Dúvidas linguísticas


É correto dizer "sói acontece"? Ou seria "sói acontecer"?
O verbo soer, sinónimo de costumar ou ser frequente, é actualmente de uso raro na língua, conjugando-se principalmente nas terceiras pessoas do presente (sói, soem) e do pretérito imperfeito (soía, soíam) do indicativo.

Pesquisas em corpora e em motores de busca revelam uma frequência mais elevada deste verbo nos séculos XV e XVI, nomeadamente em obras de autores como Fernão Lopes, Garcia de Resende, Bernardim Ribeiro, João de Barros ou Luís de Camões, ocorrendo em construções transitivas, sobretudo com orações infinitivas (ex.: que reis e duques soíam temer), e intransitivas (ex.: e ali folgou o rei mais do que soía; que os navios fossem e voltassem como soíam).

Presentemente, o emprego do verbo soer é essencialmente erudito, recaindo maioritariamente em construções com orações infinitivas como complemento directo (ex.: um filme alternativo, como sói dizer-se; a figura do professor, que soía ser uma referência, tem vindo a esbater-se) ou como sujeito (ex.: soía fazer frio no Inverno, mas agora nem as aves migram).




Quinquagésimo: qual é a pronunciação correcta?
No português europeu, a palavra quinquagésimo admite geralmente duas pronúncias. Uma é mais próxima da pronúncia latina, em que é pronunciado o -u- que segue o primeiro q- [kwĩkwɐ...] e é a pronúncia preconizada por Rebelo Gonçalves, no seu Vocabulário da Língua Portuguesa. A outra pronúncia é [kĩkwɐ...] e corresponde à regularização da pronúncia de -qui- como [ki], frequente em palavras mais comuns ou que não conservaram a relação fonética com o étimo latino (ex.: quinhentos, quinto, quintuplicar, quinze); é esta a pronúncia preconizada pelo Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.

No português do Brasil, até à aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, esta palavra é grafada com trema (qüinquagésimo), pelo que a pronúncia possível com este sinal é [kwĩkwa...], mais próxima do latim. Depois da aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, esta deve ser a pronúncia preferencial, uma vez que esse texto pretende alterar a ortografia e não a pronúncia.


Ver todas