Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "pé-de-meia" nas definições

juntar | v. tr. | v. tr. e intr. | v. tr. e pron. | v. pron.
    Acumular economias; fazer pé-de-meia (ex.: juntar dinheiro; estamos a juntar para a entrada da casa)....

pé-de-meia | n. m.
    Dinheiro economizado e reservado....

economia | n. f. | n. f. pl.
    Dinheiro acumulado e em reserva; pé-de-meia....

maquia | n. f.
    Medida de capacidade equivalente a 2/16 do alqueire....

forro | adj. | adj. n. m.
    Que tem pé-de-meia....

mealheiro | n. m. | adj.
    Cofre, caixa ou artefacto oco com uma fenda estreita por onde se introduz o dinheiro que se pode juntar....

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se é correto pronunciar o -x- da palavra sexta-feira, ou será se[s]ta-feira?
A palavra sexta-feira tem pronúncias diferentes no português europeu e no português do Brasil. Assim, no português europeu, o -x- de sexta é geralmente pronunciado como o -ch- de chá); no português do Brasil, a pronúncia mais usual desse -x- é como o s- de saco.



Quantos erros gramaticais se encontram na frase: "Tu soubestes muito bem integrares-te no grupo" Penso que tem dois erros (duas formas verbais). Certo?
A construção *tu soubestes está errada, como indica o asterisco, e resulta da confusão entre as formas verbais da segunda pessoa do singular, que não têm s final (tu soubeste) e da segunda pessoa do plural (vós soubestes), ambas do pretérito perfeito do indicativo. Este é um erro muito frequente, que resulta do facto de o pretérito perfeito ser o único tempo verbal (se excluirmos o imperativo) em que a segunda pessoa do singular não tem uma terminação finalizada por -s (ex.: tu sabes, sabias, saberás, souberas, saberias, saibas, soubesses, souberes, saberes). Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta puseste-a / puseste-la.
A par deste erro, há também outra situação que pode ser problemática: o uso do infinitivo pessoal ou flexionado (integrares) numa oração subordinada substantiva completiva infinitiva com o mesmo sujeito da oração subordinante. Como foi dito na resposta infinitivo flexionado, quando na oração subordinada infinitiva há um sujeito diferente do sujeito da oração principal, é utilizado o infinitivo pessoal (ex.: tu deixaste [nós] integrarmos novos elementos no grupo). Quando, porém, o sujeito é o mesmo na oração subordinante e na subordinada, como na frase em apreço (tu soubeste muito bem [tu] integrares-te no grupo), a utilização do infinitivo oscila muitas vezes entre o impessoal (ex.: tu soubeste muito bem integrar-te no grupo) e o pessoal (ex.: tu soubeste muito bem integrares-te no grupo). Neste contexto (com o mesmo sujeito para as duas orações), é normalmente considerada como preferencial a escolha do infinitivo impessoal. Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta infinitivo em orações adverbiais finais e respectivas hiperligações.
Atendendo ao que foi dito acima, pode considerar-se que a frase *tu soubestes muito bem integrares-te no grupo contém duas incorrecções.

Palavra do dia

ha·ma·drí·a·de ha·ma·drí·a·de


(latim hamadryas, -adis, do grego hamadruás, -ádos, ninfa dos bosques)
nome feminino

1. [Mitologia]   [Mitologia]  Ninfa dos bosques que nascia e morria com uma árvore que lhe estava votada e na qual estava encerrada.

nome masculino

2. [Zoologia]   [Zoologia]  Espécie de babuíno (Papio hamadryas), cujo macho adulto tem cerca de 70 centímetros de comprimento (sem incluir a cauda), encontrado na região do Corno de África e na Península Arábica. = BABUÍNO-SAGRADO


SinónimoSinônimo Geral: HAMADRÍADA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/p%C3%A9-de-meia [consultado em 09-08-2022]