Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "culpo" nas definições

absolver | v. tr. | v. pron.
    Julgar inocente, irresponsável ou desobrigado da culpa imputada....

acoimar | v. tr.
    Impor coima a....

acusar | v. tr. | v. pron.
    Imputar culpa a....

assacar | v. tr.
    Imputar caluniosamente alguma coisa a alguém; atribuir injustamente ou sem fundamento (ex.: tentaram assacar culpas a terceiros)....

coimar | v. tr.
    Impor coima a....

cônscio | adj.
    Que tem conhecimento do que deve fazer ou de como deve agir....

condenar | v. tr. e pron. | v. tr.
    Declarar ou declarar-se como culpado....

convencer | v. tr. | v. pron.
    Fazer ter (a alguém) a convicção de (alguma coisa)....

culpar | v. tr. | v. pron.
    Deitar a culpa a....

culpável | adj. 2 g.
    A quem se pode atribuir culpa....

culposo | adj.
    Em que há culpa....

descriminar | v. tr.
    Tirar a culpa a; absolver do crime imputado....

desculpado | adj.
    Absolvido da culpa; relevado....

desculpar | v. tr. | v. pron.
    Conceder desculpa a; não fazer caso de....

errado | adj.
    Que não está certo....

expiar | v. tr.
    Remir (culpas ou delitos) pelo cumprimento de pena ou penitência....

ilibar | v. tr.
    Tornar puro....

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Gostaria de saber se a palavra secalhar existe, como sinónimo de provavelmente. Há quem use em separado (Como está a chover, se calhar hoje não há ensaio), mas a versão Como está a chover, secalhar hoje não há ensaio é correcta?
A locução se calhar pode, de facto, ser sinónimo de provavelmente, mas sempre como duas palavras separadas, pois trata-se da conjunção condicional se e do verbo calhar. Se estiver numa só palavra, trata-se de um erro ortográfico.

Palavra do dia

o·ven·çal o·ven·çal


(ovença + -al)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa encarregada de uma despensa. = DESPENSEIRO, ECÓNOMO

2. [Antigo]   [Antigo]  Cobrador de rendas.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/culpo [consultado em 19-10-2021]