PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

cito

aplomado | adj.

Diz-se do touro que não corresponde ao cite....


circunduto | adj.

Diz-se da citação julgada nula....


citável | adj. 2 g.

Que pode ou merece ser citado....


cítico | adj.

Relativo aos citas....


predito | adj.

Que se predisse....


prejacente | adj. 2 g.

Anteriormente dito ou citado....


referido | adj.

Aludido; citado; mencionado....


Já citado; mencionado acima (ex.: exemplos supracitados; procedimento supracitado; referência supracitada)....


in | prep.

Indica, em citações bibliográficas e afins, o local a que pertence determinada parte de uma obra (ex.: "verbete" in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa)....


meramente | adv.

De modo restrito ou exclusivo (ex.: os seguintes autores são citados a título meramente exemplificativo)....


apud | prep.

Usa-se para fazer uma citação indirecta, para citar alguém que citou outrem....


cito- | elem. de comp.

Exprime a noção de célula (ex.: citologia)....


Citado ou mencionado abaixo ou a seguir....


Com as mesmas exactas palavras (ex.: citou o artigo de cabeça, não ipsis litteris; o documento contém a transcrição ipsis litteris de partes do relatório)....


Provérbio latino que exprime que um serviço duplica de valor quando é prestado prontamente....



Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem).

Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso.

Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.


Ver todas