PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

científico

Relativo à ciência ou às ciências....


musáceo | adj.

Relativo ou semelhante à bananeira....


bixáceo | adj.

Relativo às bixáceas....


fusídico | adj.

Diz-se de um ácido com propriedades antibióticas pela inibição da síntese de proteínas bacterianas....


Que é relativo aos domínios técnico e científico (ex.: conselho técnico-científico; fundamentação técnico-científica)....


Que é apresentado como científico, mas é baseado em equívocos....


Locução que se emprega a propósito de experiências científicas feitas originariamente em animais: Experimentar o efeito de um veneno in anima vili....


Relativo a biociência ou a ciência que estuda os seres vivos....


Que tem insciência ou falta de saber ou de conhecimento (ex.: juízo inscientífico)....


Que é contra a ciência ou contra os fundamentos e os métodos científicos (ex.: atitude anticientífica)....


radio- | elem. de comp.

Exprime a noção de rádio, radiação ou acção radioactiva (ex.: radiocarbono; radiogénico; radioterapia)....


tendíneo | adj.

Relativo a tendão ou aos tendões....



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Gostaria de saber qual a forma correcta: 1) deve realçar-se que o tema... ou 2) deve-se realçar que o tema...
Para resposta à dúvida colocada, por favor consulte outra dúvida respondida sobre o mesmo assunto em posição dos clíticos em locuções verbais. Nos exemplos referidos, o verbo dever forma com o verbo realçar uma locução verbal e tem um comportamento que se aproxima do de um verbo auxiliar. Por este motivo, o clítico se poderá ser colocado depois do verbo principal (ex.: deve realçar-se), do qual depende semanticamente, ou a seguir ao verbo auxiliar (ex.: deve-se realçar). É de realçar que a posição mais consensual (e aconselhada por vários gramáticos) é a primeira, isto é, depois do verbo principal.

Ver todas