Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.
pub

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Gostaria de saber se a expressão Quem lhes atendem são as comissárias A e B está correta. Uma empresa aérea brasileira esta usando esta expressão no speech de saudação aos passageiros.
A frase Quem lhes atendem são as comissárias A e B está incorrecta. Com efeito, quem é um pronome de terceira pessoa e, na posição de sujeito, obriga à concordância com o verbo no singular (ex.: Quem comprou a casa fui eu; Quem vai de comboio são o João e a Joana), sendo incorrectos os casos em que essa concordância não se verifica (ex.: *Quem comprei a casa fui eu; *Quem vão de comboio são o João e a Joana). Assim, a frase correcta seria Quem os / lhes atende são as comissárias A e B.

Esta construção não deve ser confundida com outra em que o pronome quem não é sujeito, mas sim complemento directo (ex.: Quem viram eles? = eles viram quem?), caso em que o verbo deverá concordar com o sujeito (no exemplo, o pronome pessoal eles). Por essa razão é possível uma frase como Quem atendem as comissárias A e B? (= as comissárias A e B atendem quem?), semelhante à frase da questão, mas de estrutura muito diferente.

Quanto ao uso do pronome pessoal átono lhes, forma própria do complemento indirecto (Quem lhes atende são as comissárias A e B; As comissárias A e B atendem aos passageiros), em vez do pronome pessoal átono os, forma própria do complemento directo (Quem os atende são as comissárias A e B; As comissárias A e B atendem os passageiros), poderá consultar a resposta regência do verbo atender. Note-se que, como refere o Dicionário Houaiss em nota no verbete atender, embora o uso transitivo indirecto de algumas acepções do verbo não esteja contemplado na gramática tradicional, ele constitui uso corrente actualmente no Brasil.

Palavra do dia

des·gai·ra des·gai·ra
(origem obscura)
nome feminino

1. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Usado na locução adverbial adverbial à desgaira.


à desgaira
[Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Sem cuidado ou com indiferença; sem dar importância.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/Hauen%20Stechen [consultado em 26-10-2020]