Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Câncer

câncercâncer | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cân·cer cân·cer


(latim cancer, -cri, caranguejo, lagostim)
nome masculino

1. [Astronomia]   [Astronomia]  Constelação zodiacal. (Com inicial maiúscula.) = CARANGUEJO

2. [Astrologia]   [Astrologia]  Signo do Zodíaco, entre Gémeos e Leão. (Geralmente com inicial maiúscula.) = CARANGUEJO

3. [Brasil]   [Brasil]   [Medicina]   [Medicina]  Tumor maligno formado pela multiplicação desordenada de células de um tecido ou de um órgão. = CANCRO

Plural: cânceres.Plural: cânceres.
pub

Parecidas

Dúvidas linguísticas


Ouve-se em certos telejornais expressões como a cujo ou em cujo; contudo gostaria de saber se gramaticalmente a palavra cujo pode ser antecedida de preposição.
O uso do pronome relativo cujo, equivalente à expressão do qual, pode ser antecedido de preposição em contextos que o justifiquem, nomeadamente quando a regência de alguma palavra ou locução a tal obrigue. Nas frases abaixo podemos verificar que o pronome está correctamente empregue antecedido de várias preposições (e não apenas a ou em) seleccionadas por determinadas palavras (nos exemplos de 1 e 2) ou na construção de adjuntos adverbiais (nos exemplos de 3 e 4):

1) O aluno faltou a alguns exames. O aluno reprovou nas disciplinas a cujo exame faltou. (=O aluno reprovou nas disciplinas ao exame das quais faltou);
2) Não haverá recurso da decisão. Os casos serão julgados pelo tribunal, de cuja decisão não haverá recurso. (=Os casos serão julgados pelo tribunal, dadecisão do qual não haverá recurso);
4) Houve danos em algumas casas. Os moradores em cujas casas houve danos foram indemnizados. (=Os moradores nas casas dos quais houve danos foram indemnizados);
5) Exige-se grande responsabilidade para o exercício desta profissão. Esta é uma profissão para cujo exercício se exige grande responsabilidade. (=Esta é uma profissão para o exercício da qual se exige grande responsabilidade).




Na frase seguinte estou com uma dúvida: Pouco depois de saírem do cinema, Maria e Manuel apareceram no café onde tinham combinado com os amigos. A primeira frase pouco depois de saírem do cinema estará correcta? Não ficará melhor pouco depois de sair do cinema?
Nas orações temporais, como pouco depois de saírem do cinema, usa-se geralmente o infinitivo flexionado. Nos casos em que o sujeito da oração subordinada é o mesmo da oração subordinante, mas em que o mesmo não está expresso, como na frase que refere, pode também ser usado o infinitivo impessoal (pouco depois de sair do cinema, Maria e Manuel apareceram no café onde tinham combinado com os amigos). Ambas as hipóteses que menciona são então possíveis, apesar de ser mais frequente o uso do infinitivo flexionado neste tipo de orações temporais.

Se, no entanto, houver um sujeito expresso na oração subordinada temporal, é obrigatório o infinitivo flexionado (pouco depois de eles saírem do cinema, Maria e Manuel apareceram no café onde tinham combinado com os amigos; *pouco depois de eles sair do cinema, Maria e Manuel apareceram no café onde tinham combinado com os amigos; o asterisco indica agramaticalidade).

pub

Palavra do dia

gran·jo·li·ce gran·jo·li·ce


(granjola + -ice)
nome feminino

[Informal]   [Informal]  Acção que se destina a enganar alguém. = FAJARDICE, GRANJOLADA, INTRUJICE, PATIFARIA, VELHACARIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/C%C3%A2ncer [consultado em 07-12-2022]