Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

úteis

masc. e fem. pl. de útilútil
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ú·til ú·til


(latim utilis, -e)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que é necessário; que tem préstimo ou utilidade; proveitoso; vantajoso.DESÚTIL, INÚTIL

2. Diz-se dos dias que não são feriados ou que não fazem parte do fim-de-semana.

nome masculino

3. O que é útil.

Plural: úteis.Plural: úteis.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "úteis" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Veja aqui sete passos úteis : Organização: os sintomas podem ser provocados pelo estresse antes e depois da viagem..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

...As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês..

Em Caderno B

, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês..

Em Caderno B

Nos últimos nove dias úteis o bushel perdeu US$ 1,76 naquela Bolsa..

Em Caderno B

...seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês..

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Tenho dúvidas como se escreve: a gerente administrativa ou a gerente administrativo. Qual a forma correta?
A palavra gerente é invariável em género, mas os adjectivos e determinantes que a modificam devem flexionar tendo em conta o sexo da pessoa a que se referem. Assim, deverá escrever o gerente administrativo e a gerente administrativa.



É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.

pub

Palavra do dia

ga·do·lí·ni·o ga·do·lí·ni·o


([Johann] Gadolin, antropónimo [físico e químico finlandês, 1760-1852] + -io)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico (símbolo: Gd), de número atómico 64, pertencente ao grupo das terras raras.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/%C3%BAteis [consultado em 07-07-2022]