Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

vinha-d'alhos

vinha-d'alhosvinha-d'alhos | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

vi·nha·-d'a·lhos vi·nha·-d'a·lhos


(vinha + de + alho)
nome feminino

[Culinária]   [Culinária]  Molho de conserva à base de alhos, vinagre e outras especiarias, usado geralmente para temperar a carne antes de a cozinhar. = VINHA-D'ALHO

Plural: vinhas-d'alhos.Plural: vinhas-d'alhos.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "vinha-d'alhos" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

senfins do Tempo. É Julho – mas não estou o mês todo com a minha Mãe na Figueira. Já não. Nunca mais. “Agora a vinha é doce / Em vinha dalhos ” , Dom José Afonso. Pois é.

Em daniel abrunheiro

detalhada do que foi proposto pela Comissão Europeia. A proposta revista de orçamento para o período 2021-2027 (1,1 biliões de euros) sofreu um corte de 3 por cento, face à proposta anunciada há dois anos e que vinha sendo discutida desde então. Enquanto se aguarda uma clarificação sobre quanto caberá a

Em anónimo séc.xxi

sentia passarem as ladainhas pedia à professora para vir cá fora e punha-me em cima do muro a vê-las passar. Também havia as promessas que o povo fazia. Por exemplo, para pedir sol porque não parava de chover. E, acredite, se era para vir sol vinha sol, se era para vir chuva vinha chuva. Muitas das vezes

Em anabelamotaribeiro.pt

elaborados ou populares, a decoração o piso de entrada é verdadeiramente espectacular. Mais ainda. Embora não seja o Clássico Rio Scenarium, aqui as nossas opções gastronómicas estavam muito boas. Desde o mix de pasteis de Camarão e queijo e de carne e salsicha, até às tiras de filet em vinha de alhos

Em www.andthisisreality.com

hesitação a suave sopa de alho francês com vieira e lagostim braseados ou a mais forte sopa de cogumelos do bosque e alheira de mirandela com ovo a baixa temperatura, os deliciosos milhos à Transmontana com carne de porco Bísaro em vinha dalhos e para finalizar o excepcional pão-de-ló da casa (que demora

Em www.andthisisreality.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Encontrei um problema com o vosso dicionário. Ao consultar o mesmo com as opções pré-AO, os plurais sugeridos aparecem sempre grafados segundo o AO. Isto acontece por exemplo na palavra "pêra", que aparece com as cores do pré-AO mas o único plural indicado é "peras" e não "pêras".
Não se trata de um erro, pois o plural de pêra é peras, com ou sem aplicação do Acordo Ortográfico de 1990.

O Acordo Ortográfico de 1990 (cf. Base IX, 9.º) elimina, de facto, os acentos em pêra e pêro (assim como em palavras cujo acento serve para distinguir homógrafos de certas palavras gramaticais, como nos pares pára/para, péla/pela, pêlo/pelo), mas, segundo o Acordo Ortográfico de 1945, o plural dessas duas palavras não tem acento gráfico, referindo explicitamente na Base XXII que se distinguem "pêra, substantivo, e pera, preposição arcaica (mas o plural, peras, sem acento); pêro, substantivo, e pero, conjunção arcaica (mas o plural, peros, também sem acento)". Isto acontece porque os substantivos pêra e pêro são homógrafos de palavras arcaicas (a preposição pera [= para] e a conjunção pero [= mas, porém]), mas os seus plurais peras e peros não são homógrafos de nenhuma outra palavra, uma vez que as preposições e as conjunções não têm plural.




Estou em dúvida quanto a acentuação gráfica das seguintes palavras: côa (verbo) e coa. Gostaria de saber porque uma é acentuada e a outra não e seus respectivos significados. Gostaria também de outros dois exemplos semelhantes, podem ser paroxítonas.
Na ortografia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990, nomeadamente segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português europeu e segundo o Formulário Ortográfico de 1943, para o Brasil, as palavras com vogal tónica fechada homógrafas de palavras sem acentuação própria devem ser grafadas com acento circunflexo.

Assim, a palavra côa (flexão do verbo coar e nome feminino) deve escrever-se com acento circunflexo para se distinguir da contracção coa (contracção, hoje em dia pouco usual, da preposição com e do artigo definido ou pronome demonstrativo a). Esta regra aplica-se também, por exemplo, aos casos dos pares de palavras pêlo / pelo, pêra / pera e pôr / por.

As "palavras sem acentuação própria" referidas nestes textos legais correspondem geralmente a palavras gramaticais (como preposições ou contracções), que se considera serem átonas e integrarem fonologicamente a palavra que se segue (ou que antecede). Este critério parece ser deficiente, uma vez que algumas destas palavras podem ter acentuação própria (é o caso do par formado pelo advérbio e conjunção como e pela forma como do verbo comer, excluído desta regra pelo texto do Acordo Ortográfico).

A aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, nomeadamente na Base IX, 9.º, muda estes casos, retirando-lhes o acento gráfico (à excepção do caso de pôr, que mantém o acento). Assim, deixa de haver distinção gráfica entre para e pára, pelo e pêlo, pêra e pera, etc.

Esta alteração ortográfica também se aplica a um topónimo como Foz Côa.

pub

Palavra do dia

bras·sa·gem bras·sa·gem


(francês brassage)
nome feminino

Primeira fase do fabrico da cerveja, em que se mistura o malte com água a temperatura controlada, para formar o mosto. = BRASSADURA

Confrontar: braçagem.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/vinha-d'alhos [consultado em 06-08-2021]