Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

sinos

masc. pl. de sinosino
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

si·no si·no 2


(latim sinus, -us, curva, sinuosidade, prega, dobra, cavidade, seio)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Golfo.

2. [Antigo]   [Antigo]  Seio marítimo.


si·no si·no 1


(latim signum, -i, sinal, marca)
nome masculino

1. Instrumento de metal, geralmente bronze, oco, em forma de cúpula, do qual se tiram sons com um badalo no interior ou com um martelo no exterior.Ver imagem

2. Aquilo que se assemelha ou tem a forma desse instrumento.

3. [Música]   [Música]  Instrumento musical de percussão formado por vários cilindros metálicos. (Geralmente usado no plural.) = CAMPANA

4. [Técnica]   [Técnica]  Aparelho em forma de pirâmide truncada em que desce o mergulhador ao fundo da água.

5. [Zoologia]   [Zoologia]  Corpo gelatinoso da alforreca, geralmente com forma de um guarda-chuva.Ver imagem = UMBRELA

6. [Antigo]   [Antigo]  Signo; sinal.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "sinos" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...concepção do maestro André Cardoso, coordenador do projeto Sistema Nacional de Orquestras Sociais ( Sinos ), que integra o programa junto com os projetos Bossa Criativa e Um Novo...

Em Caderno B

...fundo do mar onde a luz que cada uma emite encontra o alvo - sinos que mantêm silencioso o pensamento A mentira não existe entre os peixes do inconsciente"...

Em Literatura e Arte

Tocam os sinos na torre da igreja Há rosmaninho e alecrim pelo

Em Not

Os relógios das nossas igrejas, ao lado dos sinos , carregam uma forte carga de simbolismo..

Em Estação Cronográfica

...novo manifesto (nove canções em "cornish" e uma em galês), Gwenno tanto recorre aos sinos de Santa Maria Della Salute, em Veneza, ou à

Em Provas de Contacto
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).



Depois de ter consultado várias gramáticas, prontuários e dicionários, não consigo tirar duas dúvidas de conjugações verbais:
1ª - Está correcto escrever-se "Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante."?
2ª - Está correcto escrever-se "Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimirem-se com liberdade."?
Não me soa bem e como vem escrito num local que eu pensava estar acima de qualquer suspeita, precisava "desesperadamente"; que me tirassem estas duas dúvidas.

Na frase Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante existe uma locução (aquele grupo de jovens) que corresponde a um sujeito da oração subordinada (quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante) com uma estrutura complexa. Nesta locução, o núcleo do sintagma é grupo, e é com este substantivo que deve concordar o verbo encontrar. Desta forma, a frase correcta seria Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontrou perto do restaurante.

Na frase Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimirem-se com liberdade há o uso incorrecto de um infinitivo pessoal (forma flexionada do infinitivo, ex.: exprimirem-se). O infinitivo pessoal de uma oração infinitiva completiva carece de sujeito próprio diferente do da oração principal (por exemplo na frase: A mãe pediu para eles não correrem no jardim, o sujeito da oração principal é A mãe e o sujeito da oração infinitiva completiva é eles). Em estruturas construídas com verbo auxiliar ou semiauxilar e verbo principal (ex. devem exprimir-se) deve ser utilizado o infinitivo impessoal (forma não flexionada, ex.: exprimir), pois essas estruturas correspondem apenas a uma oração com um só sujeito (eles devem exprimir-se) e a flexão verbal já está no verbo auxiliar ou semiauxiliar (devem). É este o caso da frase que nos colocou como dúvida, logo, a frase correcta será Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimir-se com liberdade. Abaixo encontram-se dois outros exemplos de estruturas semelhantes:

Em vez de: *Os bandidos que assaltaram o banco começaram a correrem.

Escreva-se: Os bandidos que assaltaram o banco começaram a correr.

Em vez de: *Há a possibilidade de as pessoas poderem copiarem os programas.

Escreva-se: Há a possibilidade de as pessoas poderem copiar os programas.


pub

Palavra do dia

so·la·ri·e·go |ê|so·la·ri·e·go |ê|


(espanhol solariego)
adjectivo
adjetivo

1. Relativo a solar ou casa nobre.

adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

2. [Antigo]   [Antigo]  Que ou quem é proprietário ou habitante de um solar.


SinónimoSinônimo Geral: SOLARENGO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/sinos [consultado em 29-09-2022]