Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
sinistrasinistra | s. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de sinistrarsinistrar
2ª pess. sing. imp. de sinistrarsinistrar
fem. sing. de sinistrosinistro
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

si·nis·tra si·nis·tra
(latim sinistra, mão esquerda)
substantivo feminino

A mão esquerda. = CANHOTA, SESTRADESTRA


si·nis·trar si·nis·trar - ConjugarConjugar
verbo intransitivo

Sofrer sinistro (um objecto segurado).


si·nis·tro si·nis·tro
(latim sinister, -tra, -trum, esquerdo, de bom/mau presságio, mau, funesto)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, em especial com a mão, do que com o lado direito. = CANHOTO, ESQUERDINODESTRO

2. Que tem mau aspecto.

3. Que ameaça desgraças.

4. Que indica pavor.

5. Funesto; desgraçado.

substantivo masculino

6. Acontecimento muito negativo ou que provoca muitos danos. = ACIDENTE, DESASTRE

7. Avaria ou prejuízo grande. = DANO

8. Prejuízo sofrido num bem que está no seguro.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "sinistra" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


De acordo com as regras de colocação pronominal, usa-se próclise após advérbios e ênclise após gerúndios, sem o EM. Sendo assim, como ficaria a frase: quase o arrastando ou quase arrastando-o?
No português de Portugal, se não houver algo que atraia o clítico para outra posição, a posição padrão é a ênclise, isto é, a colocação do clítico depois do verbo (ex.: Ele arrastou-o).

Para o português do Brasil, a posição padrão é a próclise, isto é, a colocação do clítico antes do verbo (ex.: Ele o arrastou).

Tanto na norma de Portugal, como na norma do Brasil, a maioria dos advérbios e das preposições têm a propriedade de atrair o clítico, motivo pelo qual, com a utilização do gerúndio antecedido da preposição em ou do advérbio quase, o clítico é habitualmente colocado antes da forma verbal (ex.: em o arrastando; quase o arrastando).




Deve-se dizer Estou convencido que ... ou Estou convencido de que ...?
A dúvida colocada diz respeito à regência do adjectivo convencido. Este adjectivo, tal como o verbo convencer, o substantivo convicção ou o adjectivo sinónimo convicto, todos com a mesma raiz etimológica, constrói-se com a preposição de (ex.: estou convencido/convicto da inocência do arguido, o advogado convenceu o júri da inocência do arguido, tenho a convicção da inocência do arguido).

Quando o complemento do adjectivo, do verbo ou do substantivo é uma oração subordinada completiva finita introduzida pela conjunção que, é frequente a elisão da preposição de (ex.: estou convencido/convicto [de] que o arguido é inocente, o advogado convenceu o júri [de] que o arguido é inocente, tenho a convicção [de] que o arguido é inocente).

Não sendo este um fenómeno exclusivo destas palavras (poderá, por exemplo, ocorrer com palavras como certeza, certificar, esquecer-se ou gostar, entre outras), deve, no entanto, ser evitado em registos formais ou cuidados, pois o seu uso não é consensual. Apesar disto, alguns destes contextos já surgem registados em alguns dicionários recentes, sobretudo relativamente ao verbo gostar.

pub

Palavra do dia

su·bóp·ti·mo |ót| su·bó·ti·mo su·bó·ti·mo
(latim optimus, -a, -um, superlativo de bonus, -a, -um, bom)
adjectivo
adjetivo

Que não atinge a mais alta qualidade; que corresponde a um padrão abaixo de óptimo (ex.: o desempenho ainda está num nível subóptimo).


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: subótimo.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: subóptimo.


• Grafia no Brasil: subótimo.

• Grafia em Portugal: subóptimo.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/sinistra [consultado em 27-06-2019]