PT
BR
Pesquisar
Definições



saber

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
sabersaber
|ê| |ê|
( sa·ber

sa·ber

)
Conjugação:irregular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Possuir o conhecimento de. = CONHECERDESCONHECER

2. Não ignorar. = CONHECERDESCONHECER, IGNORAR

3. Estar habilitado para.

4. Ser capaz de. = CONSEGUIR

5. Ter experiência.

6. Ter consciência de.


verbo intransitivo

7. Ter conhecimento.IGNORAR

8. Estar certo.

9. Ter sabor ou gosto.


verbo pronominal

10. Ter consciência das suas características (ex.: o professor sabe-se exigente).

11. Ser sabido, conhecido.


nome masculino

12. Conjunto de conhecimentos adquiridos (ex.: o saber não ocupa lugar). = CIÊNCIA, ILUSTRAÇÃO, SABEDORIA

13. Experiência de vida (ex.: só um grande saber permite resolver estes casos).

14. [Figurado] [Figurado] Prudência; sensatez.

15. Malícia.


a saber

Usa-se para indicar em seguida uma lista ou um conjunto de itens. = ISTO É

sabê-la toda

[Informal] [Informal] Ter artes e manhas para enganar qualquer um ou ter resposta para tudo; ser astucioso, habilidoso.

etimologiaOrigem etimológica:latim sapio, -ere, ter sabor, conhecer.
Confrontar: caber.
Ver também resposta à dúvida: regência do verbo saber.

Auxiliares de tradução

Traduzir "saber" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Há derivação da palavra sazonal para sazonalidade?
A palavra sazonalidade é composta por derivação, através da adjunção do sufixo -idade ao adjectivo sazonal.



A palavra "inuendo" não existe em português? No sentido de ser algo com uma conotação específica (por exemplo, inuendo sexual). Eu sei que existe em inglês e tinha a ideia que em português também existia mas não está no Dicionário Priberam.
A palavra inuendo é um anglicismo (junto com a variante mais usada em inglês, innuendo) e corresponde em português às palavras insinuação ou indirecta. Curiosamente, como vem do latim (a forma innuendum é o gerundivo do verbo innuo, innuere, que significa “acenar com a cabeça”), podia ter tido uma passagem directa para o português, como o que sucedeu noutros casos (ex.: diminuendo, instruendo, metuendo), mas tal não aconteceu. Pesquisas lexicográficas confirmam que a forma inuendo não tem registo em nenhum dicionário ou vocabulário de língua portuguesa, o que não impede algumas pessoas de a usarem, claro, mas como estrangeirismo.