Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

saba

sabasaba | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

sa·ba sa·ba


nome feminino

Bilha para maluvo, na Lunda (Angola).

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Sabá , mas que pouco tempo depois a escavação teria ido pelo ralo ,qual jiin...

Em fanzine Tertuliando (On-line)

...ᛢ ᚣ ᚪ ᚱ ᛁ ᛈ ᚣ ᚢ ᚣ ᛢ 28- MAKEDA (Rainha do Sabá ) Encontro com rei Salomão ETIÓPIA FONTE: DW Português para África ..

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

cristã, José filho de Sabá , cognominado o Justo, e Matias, a escolha caiu sobre o último..

Em Blog da Sagrada Família

Soy el elefante de la reina de Saba ..

Em Estação Cronográfica

...pode ser maior ainda caso seja necessário realizar um pouso na pequena ilha de Saba , no Caribe, que é dona do menor aeroporto comercial do mundo..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber se está correcta a repetição da preposição pelo na formulação a seguir: No quadro do seu périplo pelo Ruanda, pelo Burundi, pela RD Congo e pela Tanzânia, o fulano vai encontrar-se com o sicrano.
Não há nenhuma incorrecção na repetição da contracção pelo/pela na frase que refere. Pelo contrário, alguns gramáticos recomendam inclusivamente que, numa enumeração de substantivos, se for utilizado o artigo definido antes do primeiro, devem ser utilizados artigos definidos antes dos restantes substantivos (cf. CUNHA e CINTRA, Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa: João Sá da Costa, 14ª ed., 1998, p.235). Isto aplica-se nesta frase, pois pelo/pela são contracções da preposição por com os artigos definidos o/a.



Gostaria de saber qual das expressões está correcta: "ensino à distância" (com o acento grave no "à" ou "ensino a distância" (sem acento e sem sentido de complemento directo). Sobretudo alguns utilizadores da língua no domínio informático insistem em não colocar o respectivo acento, argumentando que não se trata de uma distância conhecida. Este argumento é válido? Não se estará a quebrar o paradigma que podemos estabelecer com outras expressões que têm regências preposicionais semelhantes? Por exemplo: "fato à medida"; "ter à partida"; "à medida que". Não poderão surgir ambiguidades contextuais desnecessárias na língua. Será uma influência do Português do Brasil?
Apesar de alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, considerarem as locuções adverbiais a distância e à distância como sinónimas, também advertem para o facto de que tradicionalmente se tem feito a seguinte distinção: a locução a distância deve ser utilizada quando não se especifica a distância (ex.: viram o avião passar a distância) e a locução à distância quando há uma especificação numérica da mesma (ex.: o avião estava à distância de 3000 metros). Não nos parece existir uma razão lógica e argumentativamente sustentável para esta distinção, uma vez que há outros casos de locuções em que é utilizada a contracção da preposição a com o artigo definido (o, a, os, as), sem que haja uma pormenorização quantitativa (ex.: viram o barco ao longe; a camisa foi feita à medida; desequilibrou-se e caiu ao comprido; pôs as mãos ao alto). Pesquisas em corpora de textos portugueses indicam que estatisticamente a locução adverbial à distância é muito mais usada do que a distância.
pub

Palavra do dia

me·lo·fi·li·a me·lo·fi·li·a


(melo- + -filia)
nome feminino

Gosto pela música. = MELOMANIA, MUSICOFILIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/saba [consultado em 01-10-2022]