Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
respeitorespeito | s. m. | s. m. pl.
1ª pess. sing. pres. ind. de respeitarrespeitar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

res·pei·to res·pei·to
(latim respectus, -us, acção de olhar para trás, espectáculo, atenção)
substantivo masculino

1. Sentimento que nos impede de fazer ou dizer coisas desagradáveis a alguém.

2. Apreço, consideração, deferência.

3. Acatamento, obediência, submissão.

4. Medo, receio, temor.


respeitos
substantivo masculino plural

5. Cumprimentos, recomendações.


a respeito de
Relativamente a; no tocante a; quanto a.

com respeito a
O mesmo que a respeito de.

de respeito
Importante, respeitável.

dizer respeito a
Referir-se a.

em respeito de
Comparativamente.

no que diz respeito a
Relativamente a; no tocante a; quanto a.

salvo o respeito
Com licença.


res·pei·tar res·pei·tar - ConjugarConjugar
(latim respecto, -are, olhar para trás muitas vezes, esperar, prestar atenção)
verbo transitivo

1. Dar provas de respeito. = HONRAR, VENERAR

2. Poupar.

3. Tremer, recear.

4. Observar, cumprir, tolerar.

verbo intransitivo

5. Estar na direcção de.

6. Dizer respeito, ser relativo, pertencer.

verbo pronominal

7. Dar-se ao respeito.

8. Não cometer actos impróprios de seriedade.


no que respeita a
Relativamente a; quanto a.

pelo que respeita a
O mesmo que no que respeita a.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "respeito" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se, perante a utilização de uma oração intercalar precedida da conjunção e, a vírgula deverá vir antes ou depois da conjunção. Concretizando, qual das frases estará correcta: Tratando-se de uma questão importante, e tendo em conta os valores envolvidos, importa tomar uma decisão urgente ou Tratando-se de uma questão importante e, tendo em conta os valores envolvidos, importa tomar uma decisão urgente.
Na primeira frase apontada, estamos perante três orações ([1] Tratando-se de uma questão importante, [2] e tendo em conta os valores envolvidos, [3] importa tomar uma decisão urgente), havendo a coordenação (através da conjunção e) das duas orações gerundivas [1] e [2] que, por sua vez, funcionam como adjunto adverbial da oração principal [3], dela separado através de uma vírgula.

Depois de identificada esta estrutura, podemos verificar que na segunda frase apontada não há motivo para colocar a expressão tendo em conta os valores envolvidos entre vírgulas. Se o fizermos, estaremos a isolar sintacticamente uma estrutura, indicando que está intercalada (por favor, consulte também a resposta vírgula depois da conjunção e). Neste caso, verificamos que não se trata de uma oração intercalada, pois, se tentarmos suprimir o que está entre vírgulas, constatamos que o resultado é agramatical (*Tratando-se de uma questão importante e importa tomar uma decisão urgente). Com efeito, não se trata de uma coordenação da oração principal [3] com a primeira oração gerundiva [1], mas sim de uma coordenação de orações gerundivas, como se afirmou acima.

Do ponto de vista lógico, a frase correcta será então Tratando-se de uma questão importante(,) e tendo em conta os valores envolvidos, importa tomar uma decisão urgente. Os parênteses indicam aqui a opcionalidade da vírgula: aparentemente, entre [1] e [2] não haveria necessidade do uso de uma vírgula, já que a coordenação é feita pela conjunção e e esta vírgula não está a isolar uma parte da frase; no entanto, este uso da vírgula é muito frequente (cf. CUNHA e CINTRA, Nova Gramática do Português Contemporâneo, p. 643) em casos de orações coordenadas unidas pela conjunção e com um sujeito diferente. No caso, as duas orações gerundivas têm sujeitos diferentes, ainda que não expressos, pois o verbo tratar está a ser usado como verbo impessoal (isto é, não tem sujeito) e o verbo ter, na locução ter em conta, tem um sujeito indefinido, como alguém ou nós.

Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta vírgula antes da conjunção e.




Gostaria de saber porque é que deve ser mesmo utilizado plural na concordância do substantivo Estados Unidos. Exemplo: os Estados Unidos são o país... ou devemos usar: o Estados Unidos é o país…?
Os artigos, tal como outros determinantes ou adjectivos, concordam geralmente em número e género com os nomes, independentemente de se tratar de nomes comuns ou nomes próprios. No caso em apreço, deverá utilizar o artigo definido o na sua flexão masculina e plural (os), pois o nome que determina encontra-se flexionado na sua forma masculina plural (estados). Assim sendo, deverá escrever, por exemplo, os Estados Unidos, a República Centro-Africana, os Emirados Árabes Unidos ou as Ilhas Maldivas.
Em frases copulativas com dois grupos nominais, como aquela que refere, a concordância pode ser feita com o sintagma que precede o grupo verbal se a frase estiver na posição canónica (os Estados Unidos [sujeito] são [verbo] o país mais rico do continente americano [predicativo do sujeito]) ou com o sintagma que sucede o grupo verbal se houver inversão da ordem da frase (Os Estados Unidos [predicativo do sujeito] é [verbo] o país mais rico do continente americano [sujeito]).

pub

Palavra do dia

bor·bo·le·ti·ce bor·bo·le·ti·ce
(borboleta + -ice)
substantivo feminino

1. Modos ou movimentos de borboleta.

2. [Figurado]   [Figurado]  Devaneio, imaginação.

3. [Figurado]   [Figurado]  Volubilidade, capricho.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/respeito [consultado em 26-03-2019]