Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

quod ab omnibus, quod ubique, quod semper

quod ab omnibus, quod ubique, quod semperquod ab omnibus, quod ubique, quod semper | loc.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

quod ab omnibus, quod ubique, quod semper


(locução latina que significa "o que [foi admitido] por todos, em toda a parte e sempre")
locução

Palavras que S. Vicente de Lérins (monge e escritor do século V, morto à volta de 450) apresenta como norma para caracterizar os artigos da fé tradicional da Igreja Católica.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais

semper , quod ubique , quod ab omnibus [8] e impedir que essa verdade universal seja contradita na prática e de acordo com os lugares. Seguindo o conselho de Cristo: Orate et vigilate, rezamos pelo papa: Oremus pro pontifice nostro Francisco, e permanecemos vigilantes: non tradat eum in manus inimicorum

Em Fratres in Unum.com

Papa e dos bispos depois do Vaticano II; no segundo caso, negam a infalibilidade do verdadeiro conceito de Magistério ordinário universal, expresso pela Tradição da Igreja segundo a conhecida fórmula de Vicente de Lerins: quod semper , quod ubique , quod ab omnibus . Estamos diante de uma evidente

Em Fratres in Unum.com

. Aeternus est quia sine tempore est non enim habet initium neque finem. Hinc et sempiternus eo quod sit semper aeternus. A quibusdam autem aeternus ab ethere creditur dictus quoniam caelum sedes eius habetur. Vnde est #16a# illud: "Caelum caeli Domino." Et haec ista quattuor unum significant. Nam una

Em gpdimonderose.blogs.sapo.pt

. Aeternus est quia sine tempore est non enim habet initium neque finem. Hinc et sempiternus eo quod sit semper aeternus. A quibusdam autem aeternus ab ethere creditur dictus quoniam caelum sedes eius habetur. Vnde est #16a# illud: "Caelum caeli Domino." Et haec ista quattuor unum significant. Nam una

Em giacintontology.blogs.sapo.pt

. Aeternus est quia sine tempore est non enim habet initium neque finem. Hinc et sempiternus eo quod sit semper aeternus. A quibusdam autem aeternus ab ethere creditur dictus quoniam caelum sedes eius habetur. Vnde est #16a# illud: "Caelum caeli Domino." Et haec ista quattuor unum significant. Nam una

Em giacintx.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como se designam as palavras que derivam do mesmo étimo latino como mágoa, mancha e mácula?
As palavras mágoa, mancha e mácula (a este grupo poderia acrescentar-se as palavras malha e mangra) são exemplos de palavras divergentes, isto é, palavras com o mesmo étimo latino (macula, -ae) que evoluiu para várias formas diferentes. Neste caso específico, as palavras mágoa, mancha, malha ou mangra chegaram ao português por via popular, apresentando cada uma delas diferentes fenómenos regulares de evolução: mágoa sofreu a queda do -l- intervocálico e a sonorização do -c- intervocálico (macula > *macua > *magua > mágoa); mancha sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- (macula > *mãcula > *mãcla > mancha); malha sofreu a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- em -lh- (macula > *macla > malha); mangra sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico, o rotacismo do -l- e a sonorização do -c- (macula > *mãcula > *mãcla > *mãcra > mangra). A palavra mácula chegou ao português por via erudita, apresentando uma forma quase idêntica ao étimo latino.



A palavra reprocessamento existe?
A palavra reprocessamento encontra-se registada em alguns dicionários de língua portuguesa, como por exemplo no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Lisboa, Círculo de Leitores, 2002). No entanto, mesmo que esse vocábulo não se encontrasse atestado em nenhuma obra lexicográfica, o seu uso seria sempre aceitável, pois a sua formação é perfeitamente regular (de re- + processamento).
pub

Palavra do dia

so·ro·se |ó|so·ro·se |ó|


(grego sorós, -oû, montão, acervo + -ose)
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]  Reunião de frutos carnudos, provenientes de várias flores de uma inflorescência agrupada, como na amora ou no ananás.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/quod%20ab%20omnibus,%20quod%20ubique,%20quod%20semper [consultado em 20-09-2021]