Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
fem. sing. de própriopróprio
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pró·pri·o pró·pri·o
(latim proprius, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

1. Que pertence exclusivamente a alguém.

2. Em pessoa, à pessoa de.

3. Textual.

4. Exactamente semelhante.

5. Mais adequado; apropriado, conveniente.

6. Certo, pontual.

7. [Gramática]   [Gramática]  Diz-se de nome que designa um indivíduo ou uma entidade única e específica, não designado designa um elemento de uma classe ou categoria, por oposição a comum.

8. [Gramática]   [Gramática]  Primitivo e natural, não figurado nem translato (ex.: sentido próprio).

substantivo masculino

9. Qualidade peculiar, carácter próprio, sinal característico.

10. Mensageiro expresso.

11. [Religião]   [Religião]  Diz-se de certos ofícios religiosos.


a mim próprio
À minha pessoa; a ti próprio, à tua pessoa; a si próprio, à sua pessoa, etc.

à própria
Propriamente; à justa.

mais à própria
Para melhor dizer.

próprios nacionais
Tudo o que é propriedade do Estado.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "própria" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber quando usamos a muito tempo e quando usamos há muito tempo.
Para exprimir o tempo decorrido, deverá usar sempre a construção com o verbo haver, isto é, há muito tempo. A expressão a muito tempo só é usada correctamente em contextos muito específicos em que a preposição a é seleccionada por outra palavra mas não há intenção de exprimir o tempo que já passou (ex.: Isso corresponde a muito tempo e não posso esperar; Dez dias para mim são equivalentes a muito tempo).



Qual denominação para a "operação" de passar Francisco a Chico, Helena a Lena, Alice a Lili, etc.
As palavras Chico, Lena ou Lili são hipocorísticos (isto é, nomes próprios usados para designar alguém de maneira informal ou carinhosa) em relação a Francisco, Helena e Alice, respectivamente. Estes três hipocorísticos mostram, contudo, fenómenos diferentes de formação de palavras: em Francisco > Chico há uma redução por aférese acompanhada de alteração expressiva da forma reduzida; em Helena > Lena há uma simples redução por aférese; em Alice > Lili há uma redução com aférese e apócope e com o redobro de uma sílaba. A estes mecanismos pode ainda juntar-se o frequente uso de sufixos aumentativos ou diminutivos (ex. Chicão, Leninha).
pub

Palavra do dia

e·du·zir e·du·zir - ConjugarConjugar
(latim educo, -ere, conduzir para fora, tirar, fazer sair, levar)
verbo transitivo

[Pouco usado]   [Pouco usado]  Retirar de algo. = DEDUZIR, EXTRAIR

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/pr%C3%B3pria [consultado em 24-08-2019]