Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

porco-do-mato

porco-do-matoporco-do-mato | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

por·co·-do·-ma·to |ô|por·co·-do·-ma·to |ô|


nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]  Mamífero artiodáctilo (Pecari tajacu) de morfologia semelhante ao javali, com cerca de 1 metro de comprimento e 50 centímetros de altura, de pelagem acastanhada ou cinzenta mesclada de preto, com uma faixa branca ao redor do pescoço e uma glândula odorífera dorsal que segrega uma substância almiscarada.

2. [Zoologia]   [Zoologia]  Mamífero artiodáctilo (Tayassu pecari) de morfologia semelhante ao javali, com cerca de 1 metro de comprimento e 60 centímetros de altura, de pelagem escura e manchas brancas ao longo do queixo, que se encontra em florestas tropicais húmidas da América Latina. = QUEIXADA

Plural: porcos-do-mato |ó|.Plural: porcos-do-mato |ó|.
pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

anatomiza; ela não respeita, ela suja; ela não discute, ela condena. A disputatio medieval não é o seu modelo, ela prefere o tribunal da Inquisição.» Mais à frente: «A ideologia da cultura do cancelamento, o pensamento woke provêm desse sartrismo. Os caminhos teóricos estão cobertos de mato , mas, pelas

Em De Rerum Natura

estômagos do que propriamente a caça. Ora, nem mais! - Na mesa, carnes de porco preto, com fartura, assadas na brasa, acompanhadas com arroz de legumes, tinto a condizer e muita conversa bem disposta com o Gestor da Zona de Caça, que nos acompanhou, encerraram mais este maravilhoso dia. A voltar, lá mais

Em Hist

força, começa a encastelar e, de repente, cai a pique, mesmo dentro do mato alto da ribeira ( sem água). Seria seguramente muito difícil de cobrar. Mas o nosso guia, foi a correr direito ao mato , desapareceu lá dentro, e quando já descia e me aproximava com os meus cães, saiu ele de lá com a perdiz na

Em Hist

mapeamento das áreas rurais em que postes desabaram. Mato Grosso do Sul foi atingido na última sexta-feira (15) por ventos de mais de 100 quilômetros por hora, que destelharam casas e derrubaram árvores e postes de energia elétrica deixando milhares de pessoas sem luz. Em uma reunião com o diretor

Em Caderno B

-se à mesa, corta um naco de queijo fresco, arrefinfa-lhe um branquinho e apenas limpa o focinho na chamusca, faz o cu e o pindrico se for macho, abre os nervos para o chambaril e torna a esperar que pendurem o porco para se dedicar a abri-lo. panojo Labareda em pasto de panojo no fim do Verão (…) Agora

Em Bas
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Qual a escrita correcta para o planeta? Urano ou Úrano?
Os vocabulários tidos como as maiores referências para o português europeu (Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves e Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) registam apenas a forma Úrano, referindo Rebelo Gonçalves que a forma Urano, apesar de corrente, “é inexacta”. Esta indicação deve-se à forma latina Uranus, em que o U da antepenúltima sílaba é uma vogal longa (sendo o -a- da penúltima sílaba uma vogal breve), o que corresponde geralmente a uma palavra esdrúxula em português.

No entanto, parece ter havido uma regularização da acentuação da palavra (em português, o padrão mais regular de acentuação é o das palavras graves, isto é, acentuadas na penúltima sílaba), e é de facto muito corrente a forma Urano, inclusivamente com registo em dicionários. Por este motivo, e apesar de a forma Úrano ser a preferida pelos autores mais puristas, pode hoje considerar-se aceitável também a forma Urano.

pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/porco-do-mato [consultado em 20-01-2022]