Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

onzeno

onzenoonzeno | adj. | n. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de onzenaronzenar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

on·ze·no |ê|on·ze·no |ê|


(latim undecimus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

1. Que ocupa a décima primeira posição. = UNDÉCIMO

nome masculino

2. Grupo de onze unidades. = ONZENA


on·ze·nar on·ze·nar

- ConjugarConjugar

(onzena + -ar)
verbo intransitivo

1. Emprestar com muita usura.

2. Fazer intrigas. = MEXERICAR

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

..."O Cruel" e o seu meio-irmão, Henrique de Trâstamara, filho de seu pai, Afonso Onzeno , e da sua

Em Real Associação da Beira Litoral

..."O Cruel" e o seu meio-irmão, Henrique de Trâstamara, filho de seu pai, Afonso Onzeno , e da sua

Em D. Afonso Henriques

, fazendo uma pequena revolução na equipa chegando mesmo ao ponto de acabar com o Mito das " vacas sagradas " , substituindo o apagadissimo Hulk. No FC Porto não pode haver primas donas, uma vez em baixo de forma ou em sub- produção , terá que sair do onze.No ultimo jogo vimos Moutinho, Guarin, Otamendi

Em Louro´s Dragon Seat

-2, Jeffren marcou e lesionou-se. Foram vinte minutos a jogar com dez. As és olhas de Domingos já irritam e são uma azelhice. Yannick e Postiga simplesmente não servem e a insistência em Schaars parece cega. O 8 pensa lento e nao mereçe o onze...No momento de mexer, não deixou Jeffren e Capel juntos em campo

Em formacaotactica.blogspot.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se é correto pronunciar o -x- da palavra sexta-feira, ou será se[s]ta-feira?
A palavra sexta-feira tem pronúncias diferentes no português europeu e no português do Brasil. Assim, no português europeu, o -x- de sexta é geralmente pronunciado como o -ch- de chá); no português do Brasil, a pronúncia mais usual desse -x- é como o s- de saco.



Uma professora minha disse que nunca se podia colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo. É verdade?
Sobre o uso da vírgula em geral, por favor consulte a dúvida vírgula antes da conjunção e. Especificamente sobre a questão colocada, de facto, a indicação de que não se pode colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo é verdadeira. O uso da vírgula, como o da pontuação em geral, é complexo, pois está intimamente ligado à decomposição sintáctica, lógica e discursiva das frases. Do ponto de vista lógico e sintáctico, não há qualquer motivo para separar o sujeito do seu predicado (ex.: *o rapaz [SUJEITO], comeu [PREDICADO]; *as pessoas que estiveram na exposição [SUJEITO], gostaram muito [PREDICADO]; o asterisco indica agramaticalidade). Da mesma forma, o verbo não deverá ser separado dos complementos obrigatórios que selecciona (ex.: *a casa é [Verbo], bonita [PREDICATIVO DO SUJEITO]; *o rapaz comeu [Verbo], bolachas e biscoitos [COMPLEMENTO DIRECTO]; *as pessoas gostaram [Verbo], da exposição [COMPLEMENTO INDIRECTO]; *as crianças ficaram [Verbo], no parque [COMPLEMENTO ADVERBIAL OBRIGATÓRIO]). Pela mesma lógica, o mesmo se aplica aos complementos seleccionados por substantivos (ex. * foi a casa, dos avós), por adjectivos (ex.: *estava impaciente, por sair) ou por advérbios (*lava as mãos antes, das refeições), que não deverão ser separados por vírgula da palavra que os selecciona.

Há, no entanto, alguns contextos em que pode haver entre o sujeito e o verbo uma estrutura sintáctica separada por vírgulas, mas apenas no caso de essa estrutura poder ser isolada por uma vírgula no início e no fim. Estes são normalmente os casos de adjuntos nominais (ex.: o rapaz, menino muito magro, comeu muito), adjuntos adverbiais (ex.: o rapaz, como habitualmente, comeu muito), orações subordinadas adverbiais (ex.: as pessoas que estiveram na exposição, apesar das más condições, gostaram muito), orações subordinadas relativas explicativas (ex.: o rapaz, que até não tinha fome, comeu muito).

pub

Palavra do dia

ha·ma·drí·a·de ha·ma·drí·a·de


(latim hamadryas, -adis, do grego hamadruás, -ádos, ninfa dos bosques)
nome feminino

1. [Mitologia]   [Mitologia]  Ninfa dos bosques que nascia e morria com uma árvore que lhe estava votada e na qual estava encerrada.

nome masculino

2. [Zoologia]   [Zoologia]  Espécie de babuíno (Papio hamadryas), cujo macho adulto tem cerca de 70 centímetros de comprimento (sem incluir a cauda), encontrado na região do Corno de África e na Península Arábica. = BABUÍNO-SAGRADO


SinónimoSinônimo Geral: HAMADRÍADA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/onzeno [consultado em 09-08-2022]