Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
mitomito | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mi·to mi·to
(latim mythos, -i, fábula, do grego mûthos, -ou, palavra, discurso, coisa dita, conto, história, narrativa, ficção)
substantivo masculino

1. Personagem, facto ou particularidade que, não tendo sido real, simboliza não obstante uma generalidade que se deve admitir.

2. Coisa ou pessoa que não existe, mas que se supõe real.

3. Coisa só possível por hipótese; quimera.


mito urbano
História, explicação ou fenómeno ficcional relatado e divulgado como verdadeiro, geralmente por alegadamente ter uma fonte ou origem vagamente relacionada com o relator ou divulgador. = LENDA URBANA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "mito" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.




A minha dúvida é a seguinte: qual a diferença entre policéfalo e pluricéfalo?
Como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam, a forma policéfalo provém directamente do grego e a forma pluricéfalo resulta da adjunção do prefixo pluri-, que exprime a noção de “muitos”, ao elemento de composição -céfalo, que exprime a noção de “cabeça”. Os dois adjectivos podem ser usados para qualificar algo que tenha muitas cabeças (ex.: besta policéfala; ramos pluricéfalos), no entanto, a forma pluricéfalo é considerada um hibridismo, pois pluri- é de origem latina e -céfalo é de origem grega. Os hibridismos são geralmente desaconselhados pelos gramáticos mais puristas, daí que formas híbridas como pluricéfalo ou bicéfalo possam ser preteridas em favor das consideradas preferenciais, policéfalo e dicéfalo, que não resultam da junção de elementos latinos e gregos.
pub

Palavra do dia

res·sur·rei·ção res·sur·rei·ção
(latim resurrectio, -onis)
substantivo feminino

1. Acto de ressurgir.

2. Vida nova; renovação.

3. Reaparição.

4. Cura extraordinária, inesperada.

5. Festa em que a Igreja católica festeja a ressurreição de Jesus Cristo.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/mito [consultado em 21-04-2019]