PT
BR
Pesquisar
Definições



mato

A forma matopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de matarmatar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
matomato
( ma·to

ma·to

)
Imagem

Conjunto de plantas agrestes, abundantes em terrenos baldios.


nome masculino

1. Terreno inculto em que crescem plantas agrestes.

2. Conjunto de plantas agrestes, abundantes em terrenos baldios.Imagem


bater (o) mato

Andar pelo mato à procura de alguém ou de alguma coisa.

cair no mato

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Fugir, escondendo-se. = DESAPARECER, SUMIR

no mato sem cachorro

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Em situação difícil ou embaraçosa e sem poder contar com qualquer tipo de ajuda (ex.: a falta de resposta do executivo deixa a todos no mato sem cachorro). = NA VÁRZEA SEM CACHORRO

ser mato

[Informal] [Informal] Ser muito abundante; existir em grandes quantidades (ex.: ui, eventos desses são mato).

etimologiaOrigem etimológica:alteração de mata.
matarmatar
( ma·tar

ma·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:abundante.


verbo transitivo e intransitivo

1. Tirar a vida a; causar a morte a (ex.: foi condenado por matar várias pessoas; a lei pune severamente quem mata; a guerra naquele país já matou milhares de pessoas).

2. Abater (reses).

3. Causar aflição ou sofrimento a. = AFLIGIR

4. [Brasil] [Brasil] [Jogos] [Jogos] Meter a bola de bilhar no buraco.


verbo transitivo

5. Causar grande dano ou prejuízo a. = ARRUINAR

6. Causar devastação ou destruição (ex.: as chuvas fortes mataram a plantação). = DESTRUIR

7. Causar grande sofrimento a. = AFLIGIR, MORTIFICAR

8. Importunar; molestar (ex.: vocês matam-me com tantas perguntas).

9. Fazer perder a qualidade ou o valor (ex.: as cores escolhidas mataram o conjunto das pinturas).

10. Fazer desaparecer. = EXTINGUIR

11. Saciar (ex.: matar a sede).

12. Passar (tempo) ociosamente (ex.: matou tempo a ler uma revista).

13. Levar à exaustão; causar grande cansaço.

14. Decifrar ou resolver (charadas, enigmas, passatempos, etc.).

15. [Informal] [Informal] Fazer grande esforço mental (ex.: não adianta matar a cabeça para encontrar justificações; matou os miolos a estudar e a pesquisar sobre o assunto).

16. [Informal] [Informal] Esvaziar, gastar ou consumir totalmente ou até ao fim (ex.: perguntou-lhe se podia matar o cigarro).

17. [Informal] [Informal] [Futebol] [Futebol] Amortecer o impacto (ex.: matar a bola com o peito).

18. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Não comparecer (no trabalho, nas aulas, etc.).

19. [Angola, Informal] [Angola, Informal] Vender fora dos circuitos legais a preços elevados.


verbo pronominal

20. Tirar a própria vida. = SUICIDAR-SE

21. [Figurado] [Figurado] Sacrificar-se, cansar-se.

22. [Figurado] [Figurado] Entregar-se por completo a uma actividade; esforçar-se muito para alguma coisa (ex.: matou-se para ter boas notas na escola).


a matar

Muito bem; na medida certa; na perfeição (ex.: essa roupa fica-lhe a matar).

etimologiaOrigem etimológica:latim vulgar *mattare, do latim macto, -are, honrar os deuses, consagrar, imolar uma vítima, punir, destruir, matar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "mato" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



A palavra moral é classificada como masculina ou feminina?
Tal como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra moral é usada como masculina e como feminina, consoante o seu significado.

Enquanto substantivo, designando “estado de espírito, disposição”, a palavra moral é do género masculino: “É preciso levantar o moral dos jogadores!”. Nos restantes sentidos mencionados no Dicionário Priberam – “conjunto de costumes, regras”; “ética”; “lição, ensinamento” – o substantivo moral é do género feminino: “De acordo com a moral e os bons costumes.”; “Escreveu um artigo sobre os princípios da moral kantiana.”; “Qual é a moral da história dos Três Porquinhos?”.

Enquanto adjectivo, a palavra moral (= relativo aos costumes, à ética) é usada quer com nomes (substantivos) masculinos, quer com nomes femininos: “Temos o dever moral de ajudar os outros.”, “Há normas morais que é preciso cumprir.”.




Porque é que há uma insistência tão grande em dizer deslargar, destrocar, etc? Há alguma razão que eu desconheça? Na minha modesta opinião estas palavras são insultos à nossa bela língua portuguesa. Estarei certa?
O prefixo des-, para além de exprimir as noções de afastamento (ex.: desabafar, deslocar), negação ou privação (ex.: desacordar, desagradável), cessação (ex.: desimpedir, desacelerar) ou separação (ex.: descascar, desfolhar), é também utilizado na língua portuguesa como partícula de reforço. Assim, poderá encontrar em dicionários de português palavras como desabalar, destrocar ou desinquieto, registadas devido à sua frequência, apesar de serem geralmente aceitáveis apenas em contextos mais informais e na oralidade. O falante deverá sempre adequar a utilização destas palavras ao nível de língua apropriado.

Existem outros prefixos na língua com esta função de reforço. São os chamados prefixos protéticos, porque não acrescentam valores semânticos às palavras às quais se apõem (ex.: amostrar, assoprar).